Coritiba e Santos se reencontram em confronto pela Copa do Brasil
Foto: Ivan Storti/Santos FC

Coritiba e Santos se reencontram, dessa vez pela Copa do Brasil, nesta quarta-feira (20), às 19h30 (de Brasília), no Estádio Couto Pereira. As equipes se enfrentaram no último domingo, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro e quem levou a melhor foi a equipe santista que venceu por 2 a 1.

Campanha até aqui

O Coritiba passou pelo Bahia de Feira com goleada por 5 a 2 e depois sofreu para chegar na fase atual. A equipe alviverde empatou em 1 a 1 com o Pouso Alegre e avançou nos pênaltis por 3 a 2, com pênalti defendido por Alex Muralha. Os dois confrontos foram fora de Curitiba.

O Santos chega à terceira fase da Copa do Brasil depois de jogos fora de casa. O Peixe passou por Salgueiro, de Pernambuco, vencendo por 3 a 0, e pelo Fluminense-PI nos pênaltis, após empatar em 1 a 1 no tempo normal.

Para quebrar a sequência do rival

Para o Coritiba, o jogo desta quarta-feira não é apenas a revanche. Também significa a chance de quebrar uma série de cinco jogos sem vencer o rival paulista - a última aconteceu no Brasileirão de 2016. Pela Copa do Brasil, será apenas o segundo confronto entre as equipes. Na primeira, em 2000, o time da Vila Belmiro levou a melhor.

Incomodado com o tropeço de domingo, o técnico Gustavo Morínigo cobrou mais atenção na defesa coxa branca nesta quarta-feira.

"Sabemos que temos os nossos pontos fortes. O setor de ataque esquerdo deles é forte, não costumamos levar dois gols em um único jogo", reclamou.

Com dúvidas na escalação, o treinador poderá perder o meia-atacante Thonny Anderson, que deixou a partida de domingo mais cedo por conta de dores no pé. Ele virou baixa e será reavaliado ainda nesta quarta. Se não puder ser escalado, deve ser substituído novamente por Robinho, como aconteceu no jogo na Vila Belmiro.

Provável escalação do Coritiba: Alex Muralha; Guillermo, Henrique, Luciano Castán e Egídio; Willian Farías, Andrey, Thonny Anderson (Robinho); Igor Paixão, Alef Manga e Léo Gamalho. Técnico: Gustavo Morínigo.

Santos quer quebrar jejum fora de casa

No Couto Pereira, o Santos espera melhorar seu rendimento atuando fora de casa. Na temporada passada, esse foi o grande problema da equipe santista que conquistou apenas três vitórias longe da Vila Belmiro no Brasileirão, uma delas sobre a lanterna Chapecoense, que registrou a pior campanha da história dos pontos corridos.

Sob o comando do técnico Fabián Bustos, este aproveitamento segue muito baixo. Dos oito jogos em que o argentino comandou o time, cinco foram disputados fora de casa, com três empates e duas derrotas. No Couto Pereira, o Santos pode conquistar sua primeira vitória longe da Vila sob a liderança de Bustos.

"Tive oito jogos no clube, o que perdemos foi para o Palmeiras no campo deles, um dos mais fortes do continente, perdemos para o Banfield, na Argentina. Para ganhar temos que ser mais efetivos. Melhoramos o funcionamento da equipe. Hoje temos variantes táticas, defensivas e ofensivas que não tínhamos. Crescemos com intensidade", comentou o técnico.

Bustos mais uma vez, indicou que pode até mudar o sistema tático, indicando possível retorno da formação com três zagueiros. No primeiro jogo contra o Coritiba, ele alterou o esquema no segundo tempo, quando colocou Velázquez em campo para compor a zaga com Maicon e Eduardo Bauermann.

Provável escalação do Santos: João Paulo; Madson, Maicon, Eduardo Bauermann e Lucas Pires; Rodrigo Fernández, Vinícius Zanocelo e Ricardo Goulart; Ângelo, Marcos Leonardo e Jhojan Julio (Velázquez). Técnico: Fabián Bustos.

Arbitragem da partida

  • Árbitro: Bruno Arleu de Araujo (Fifa-RJ)
  • Assistentes: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (Fifa-RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (Fifa-RJ)
  • Quarto árbitro: José Mendonça da Silva Junior (PR).
VAVEL Logo