De volta ao Independência, Atlético quer manter ótimo retrospecto contra Coritiba
Atacante Hulk volta a estar disponível e é a grande esperança de gols do Galo logo mais. (Foto: Pedro Souza/Atlético)

Mirando a liderança do Campeonato Brasileiro,, o Atlético-MG recebe o Coritiba neste sábado (23), às 21h, no estádio Independência. O clube mineiro, que segue invicto jogando em casa há 39 jogos, retorna ao horto como mandante pela segunda vez em 2022, em busca de reviver o antigo lema “caiu no horto, tá morto”.

O Coxa, por sua vez, vem embalado pela vitória no meio de semana diante do Santos pela Copa do Brasil, mas chega em Belo Horizonte com desfalques importantes.

Em três rodadas do Brasileirão, o Coritiba será o terceiro time do sul do país que o Galo enfrentará. Nas duas rodadas anteriores, a equipe comandada por Antonio Mohamed derrotou o Internacional por 2 a 0 e o Athletico por 1 a 0 na Arena da Baixada. Já o rival de logo mais começou com o pé direito a competição, ao vencer o Goiás por 3 a 0, mas depois tropeçou ao perder pro Santos na Vila Belmiro por 2 a 1.

No histórico do confronto, o alvinegro leva grande vantagem. Em 45 jogos, venceu 28 e perdeu 12, além de cinco empates. Para o Coritiba, há um desafio ainda maior: jogando como visitante, a equipe venceu apenas duas vezes o Galo pelo campeonato brasileiro, ambas pelo placar de 2 a 1, sendo a primeira em 2003 e a última em 2014.

El Turco conta com retorno importante

O atacante Hulk, que esteve fora dos dois últimos jogos para acompanhar o nascimento de sua filha Zaya, volta hoje ao time titular. Artilheiro do time na temporada, o camisa 7 tem a incrível marca de 13 gols em 12 partidas até aqui e busca chegar a marca de 50 gols com a camisa atleticana. Além dele, a equipe vai contar com a volta de titulares que foram poupados na partida do meio de semana pela Copa do Brasil, em que o Galo derrotou o Brasiliense por 3 a 0 sem grandes dificuldades.

Os únicos desfalques do Galo são o lateral esquerdo Dodô, que se recuperando da lesão no joelho e o atacante Keno, que precisou fazer uma cirurgia no olho. Na formação do time, fica a dúvida se o técnico Antonio Mohamed fará rodízio na zaga, promovendo a entrada de Godín e se Allan e Zaracho começarão como titulares.

Provável escalação: Everson; Mariano, Nathan Silva (Diego Godín), Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan (Otávio), Jair e Nacho; Ademir, Eduardo Vargas (Zaracho) e Hulk.

Coxa quer a primeira vitória fora de casa

O técnico Gustavo Morínigo chega com problemas na formação do time titular. São 4 ausências confirmadas: o lateral esquerdo Warley, com uma lesão de grau 2 na coxa esquerda, o volante Andrey, poupado por desgaste, o meia Thonny Anderson, com dores na sola no pé e o atacante Léo Gamalho, com desconforto na coxa esquerda. Com isso, Val e Régis devem entrar no meio campo e Clayton deve assumir o ataque. A dúvida segue na lateral esquerda, com Matheus Alexandre e Guillermo disputando a posição.

Por outro lado, a equipe conta com a boa fase Alef Manga para tentar conquistar um bom resultado. O atacante balançou as redes oito vezes em 20 partidas, e na última quarta-feira (20), foi autor do gol da vitória em cima do Santos, que deu vantagem ao Coxa na Copa do Brasil.

Provável escalação: Alex Muralha; Matheus Alexandre (Guillermo), Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Willian Farias, Val e Régis; Igor Paixão, Alef Manga e Clayton.

  • Arbitragem

Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (FIFA/DF)

Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (FIFA/BA) e José Reinaldo Nascimento Júnior (DF)

VAR: Rodrigo Nunes de Sá (VAR-FIFA/RJ)

Quarto árbitro: Wanderson Alves de Sousa (MG)

VAVEL Logo