Vivendo momentos diferentes no Campeonato Brasileiro, Bahia e Athletico se enfrentam às 18h30 (de Brasília), na Arena Fonte Nova, em confronto válido pela 34ª rodada da competição. O embate coloca em lados opostos o "Esquadrão de Aço", que busca evitar a zona de rebaixamento, e o "Furacão", que almeja garantir um lugar na  Libertadores do ano que vem.

O desempenho do Bahia no campeonato é marcado por oscilações, contabilizando dez vitórias, sete empates e dezesseis derrotas. O tricolor acumula 37 pontos, mesma pontuação do Cruzeiro, que ocupa a primeira posição na ameaçadora zona de rebaixamento.

Já o Athletico-PR está apresentando um desempenho sólido, com treze vitórias, onze empates e nove derrotas. Atualmente, ocupa a sétima posição na tabela, somando 50 pontos, oito pontos do RB Bragantino, que é o primeiro time dentro do G4.

  • Última rodada

Na sua última partida, o "Tricolor de Aço" sofreu uma derrota por 3 a 0 contra o Cuiabá, jogando em Salvador. Esse resultado representou a segunda derrota consecutiva do clube baiano. Por sua vez, o Rubro-negro não conseguiu assegurar a vitória em seu próprio campo, e saiu com um empate de 1 a 1, contra o Fortaleza.

  • Retrospecto do confronto

Considerando os jogos oficiais entre as equipes, foram disputadas 43 partidas, com o time paranaense conquistando 22 vitórias, o baiano vencendo 11, e dez empates.

  • Rogério Ceni tem "reforço" de peso

O treinador do Bahia recebe o retorno de Thaciano após suspensão, mas tem ausência de Camilo Cándido, expulso na última rodada. A disputa pela vaga na lateral esquerda fica entre Matheus Bahia, que, embora seja da posição, enfrenta desafios por conta de suas últimas atuações, e Luciano Juba, que ainda busca brilhar pelo Tricolor.

Provável escalação: Marcos Felipe; Gilberto, Kanu, Vitor Hugo e Matheus Bahia (Luciano Juba); Rezende, Yago Felipe e Thaciano; Cauly, Biel e Everaldo.

Diante da suspensão de Erick, Hugo Moura deve assumir a posição no meio-campo, e Willian Bigode irá substituir o lesionado Rômulo. O treinador conta com os retornos de Cacá e Esquivel, para o setor defensivo, que cumpriram suspensão, possibilitando o retorno.

Provável escalação:  Bento; Cacá, Thiago Heleno e Esquivel; Cuello, Hugo Moura (Christian), Fernandinho e Canobbio; Zapelli, Vitor Bueno e Willian Bigode.

  • Arbitragem

Árbitro: Rafael Rodrigo Klein (RS);

Auxiliar 1: Bruno Raphael Pires (FIFA-GO);

Auxiliar 2: Michael Stanislau (RS);

Quarto árbitro: Moises Ferreira Simão (BA);

VAR: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE).

VAVEL Logo
Sobre o autor