Leão inicia campanha europeia com vitória
Raphinha e Jovane fizeram os golos leoninos. GettyImages

Leão inicia campanha europeia com vitória

Raphinha e Jovane Cabral apontaram os golos do triunfo do Sporting sobre o Qarabag, no arranque da fase de grupos da Liga Europa.

goncalo-santos
Gonçalo Santos

O Sporting entrou com o pé direito na edição 2018/19 da Liga Europa. Na noite desta quinta-feira, em Alvalade, os leões receberam e venceram o Qarabag por 2-0, em encontro relativo à primeira jornada do grupo E da prova da UEFA.

A jogar perante o seu público, a turma de José Peseiro consegui, em quase todos os momentos do jogo, mostrar a sua superioridade. Razão pela qual o resultado que registou o marcador no final dos 90 minutos tenha feito justiça ao futebol demonstrado pelas duas equipas, mesmo que os verde e brancos não tenham criado tantas oportunidades como seria de esperar.

Ainda assim, sobretudo na reta final da primeira parte, o conjunto azeri revelou, timidamente, alguns pormenores interessantes ao nível da troca e gestão da bola. Nunca conseguiu, porém, ameaçar a baliza à guarda de Romain Salin, que viveu uma noite bastante tranquila.

Os golos da tranquilidade

Depois de uma primeira parte em branco, os jogadores do Sporting voltaram a subir ao relvado, para o segundo tempo cientes de que necessitavam de marcar para garantirem a vitória. E assim foi.

À passagem do minuto 54, Nani surgiu com espaço na direita e aproveitou para cruzar para Raphinha, que apareceu solto de marcação ao segundo poste e encostou para o fundo das redes do Qarabag. Estava inaugurado o marcador em Lisboa.

O golos afetaram bastante o emblema do Azerbaijão, que não foi capaz de reagir e partir em busca do empate, que acabou mesmo por não chegar.

Na verdade, foram os verde e brancos que voltaram a marcar. Perto do apito final do árbitro François Letexier, aos 88', Fredy Montero recuperou uma bola que parecia perdida na defesa azeri e, após um brilhante gesto técnico, passou para Raphinha, que, por sua vez, assistiu Jovane Cabral para o segundo tento do Sporting na partida.

Líderes, mas não sozinhos

O jovem extremo, de apenas 20 anos, que tinha rendido Nani na equipa leonina apenas um minuto antes, apareceu de forma oportuna na área adversária para fechar o resultado, que garantiu os primeiros três pontos ao único representante português na fase de grupos desta Liga Europa.

O Sporting lidera, assim, e ao cabo da ronda inaugural da competição, a primeira posição do grupo E, com os mesmos pontos que o Arsenal. No outro jogo deste grupo, os londrinos venceram, por 4-2, na receção aos ucranianos do Vorskla, próximo adversário do Sporting.

Alternativa para a lateral esquerda

Ainda antes de a bola começar a rolar na capital portuguesa, algo já havia saltado à vista: a titularidade de Marcos Acuña. Com Nemanja Gudelj também no onze escalado por José Peseiro, esperava-se que o argentino jogasse como lateral esquerdo, e foi isso mesmo que aconteceu.

Habituado a jogar na ala, apesar de ter sido adaptado a médio neste arranque de temporada, Acuña jogou numa posição que não lhe é, de todo desconhecida, e apresentou-se a bom nível. Tem tudo para disputar o lugar com o brasileiro Jefferson, que tem sido o lateral esquerdo titular.

Nem tudo foram boas notícias

Apesar da vitória, Peseiro recebeu uma péssima notícia na noite desta quinta-feira. Depois de mais de um mês sem competir, devido a problemas físicos,  Jérémy Mathieu voltou a ser opção, e de início, mas lesionou-se. O francês teve de ser substituído aos 75 minutos de jogo, quando sentiu dores musculares na sequência de um lance em que se magoou sozinho, dando o lugar a André Pinto.

VAVEL Logo