Dramático! Nos acréscimos, Holanda vira contra Irlanda do Norte e assume topo do grupo
Foto: Reprodução/Uefa

Longe de ser um jogo fácil. O placar de 3 a 1 pró Holanda pode até disfarçar a enorme dificuldade que a seleção laranja teve para bater a Irlanda do Norte pelo quinta rodada do Grupo C das Eliminatórias para a Eurocopa 2020. Em solo holandês de Rotterdam, o primeiro tempo já demonstrou o quão duro seria a partida para os donos da casa, mas, na reta final e depois de ver o desespero de sair atrás do placar bater a porta, a equipe de Ronald Koeman se reabilitou a tempo de virar o marcador.

Josh Magennis foi o primeiro a balançar as redes holandesas, já aos 75'. Depois disso, a seleção da casa, que tinha Van Dijk e De Ligt liderando o sistema defensivo, virou o jogo com gols de Depay (80' e 90+4') e Luuk de Jong (90+1').  Dessa forma, o clima de silêncio e perplexidade do estádio sumiu e deu lugar à euforia laranja.

Dormindo em 3... 2... 1...

Sem grandes emoções. Assim foi o primeiro tempo no estádio do Feyenoord. Visando estar no topo do grupo, os norte-irlandeses entram em campo com um único objetivo: não sofrer pressão dos mandantes. Até os 40 minutos, nenhum das seleções conseguiram dar um chute certo a gol. Já na reta final, Depay arriscou de longe, mas a bola foi fraca para as mãos do goleiro visitante.

Sono num tempo e quatro gols no outro

Na segunda etapa, o time laranja se viu obrigado a ocupar ainda mais o campo de defesa dos adversários. Mesmo com mais intensidade, os treinado de Ronald Koeman não conseguiam chegar bem no ataque. Mas aos 70', Wijnaldum quase abriu o placar, porém Jonny Evans  salvou a centímetros da linha do gol.

Cinco minutos depois, a torcida esverdeada norte-irlandesa foi ao delírio com o gol de cabeça de Magennis, após assistência de Dallas e vacilos de De Ligt e Blind. Logo após sair do placar, Luuk de Jong entrou no lugar de Dumfries. No desespero e muito para frente, Depay empatou aos 80', demolindo o clima silencioso do estádio. Aí não a Irlanda do Norte sentiu.

Depay foi fundamental para a virada no segundo tempo com dois gols (Foto: Reprodução/Uefa)
Depay foi fundamental para a virada no segundo tempo com dois gols (Foto: Reprodução/Uefa)

A pressão seguiu a todo vapor, e nos acréscimos, aos 90+1, Luuk de Jong fez um gol espírita. Ele finalizou sem ângulo na trave esquerda do goleiro, a bola pingou no travessão e, agarrado à trave, o holandês empurrou para o fundo das redes. Embalada, a seleção de Koeman aproveitou a apatia momentânea da Irlanda do Norte e ampliou para 3 a 1 aos 90+4, novamente com Depay indo às redes.

Luuk de Jong entrou e decidiu (Foto: Reprodução/Uefa)
Luuk de Jong entrou e decidiu (Foto: Reprodução/Uefa)

Como ficam

Com mais três pontos na conta, a Holanda chega aos 12 e empata com Alemanha e a própria Irlanda do Norte. 

Na próxima rodada, os holandeses visitam a Bielorrúsia, às 13h do domingo (13). Os norte-irlandeses folgam, e os alemães visitam a Estônia. Dessa forma, restando três rodadas, Alemanha e Holanda têm grandes chances de classificação.

VAVEL Logo