Paraná tenta aproveitar bom momento e instabilidade do Bahia para buscar segunda vitória
Fonte: Felipe Oliveira/EC Bahia

Paraná tenta aproveitar bom momento e instabilidade do Bahia para buscar segunda vitória

Paranistas bateram Fluminense na última rodada e podem se aproximar da saída do Z-4 com mais um triunfo; sob comando interino, Esquadrão de Aço busca recuperação

bruno-da-silva
Bruno da Silva
ParanáThiago Rodrigues; Júnior, Neris, Rayan (Jesiel), Igor; Jhonny Lucas, Leandro Vilela, Carlos Eduardo; Léo Itaperuna, Caio Henrique (Silvinho), Thiago Santos. Técnico: Rogério Micale
BahiaDouglas; Nino Paraíba, Tiago, Lucas Fonseca, Léo; Élton, Gregore; Allione, Zé Rafael, Régis, Vinícius. Técnico: Cláudio Prates
ÁRBITROMarcelo de Lima Henrique, que será auxiliado por Michael Correia e Silbert Faria Sisquim, todos do RJ
INCIDENCIASPartida válida pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro 2018, no Estádio da Vila Capanema, em Curitiba, PR; a partida começa às 20h

Depois de conquistar sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro, o Paraná volta a ver a saída da zona de rebaixamento mais próxima. Um triunfo diante do Bahia, que está lutando na mesma faixa da tabela e acaba de demitir seu técnico, os paranistas buscam o segundo triunfo seguido para subir posições. A partida na Vila Capanema acontece nesta quinta-feira (7), às 20h.

A vantagem nos confrontos entre as equipes é do Bahia. Em 19 confrontos, foram 10 vitórias do Tricolor Baiano, seis do Tricolor da Vila e três empates. O último encontro, porém, é de boas lembranças aos paranistas. Pela segunda fase da Copa do Brasil 2017, o Paraná venceu em Curitiba por 2 a 0 e eliminou o rival.

Com mudanças, Paraná se prepara na base da conversa para buscar segunda vitória

Os paranistas tiveram que esperar quase 10 anos para comemorar uma vitória do time na Série A. Ela veio na última segunda-feira (4), quando o Paraná bateu o Fluminense por 2 a 1, e deixou a lanterna do Brasileirão. Agora com seis pontos, o time está em 19º, e, caso vença o Bahia, diminui para um ponto sua distância para a saída da zona de rebaixamento.

O técnico Rogério Micale teve pouco tempo de preparação e deve fazer algumas mudanças na equipe. O meio-campista Torito González está suspenso, enquanto Cléber Reis, Jonny, Diego Tavares e Carlos continuam machucados. Micale poderá contar com o retorno do zagueiro Néris, que deve voltar ao time titular.

Antes do único treinamento antes da partida, na quarta-feira (6), o volante Leandro Vilela comentou que, pela falta de tempo para treinar, a preparação para o jogo seria mais no papo com Rogério Micale.

"Não tem muito tempo para treinar. Vai ser mais na base da conversa, vídeo. Vamos para o campo fazer algo bem rápido. O cansaço bate hoje (quarta-feira, 6), 48 horas depois que bate o maior cansaço pós-jogo, temos que tomar cuidado. Não sei quem vai jogar, o professor Micale trabalha jogo a jogo com uma estratégia", admitiu.

Interino não deve fazer grandes alterações no Bahia: "Não falta entrega"

Antes invicto em casa, o Bahia acabou perdendo para o Grêmio por 2 a 0 no último domingo (3), e caiu para o 18º lugar, com oito pontos. Mesmo campeão estadual, classificado à segunda fase da Sul-Americana e com vaga encaminhada às quartas de final da Copa do Brasil, o técnico Guto Ferreira acabou demitido após a derrota do Esquadrão de Aço contra o atual campeão da Libertadores.

O interino Cláudio Prates só deve fazer uma mudança no time titular em relação a derrota para o Grêmio. O centro-avante Júnior Brumado está com uma lesão muscular e fora da viagem à Curitiba. Como o Bahia também não pode contar com Edigar Junio e Kayke está em má fase, Vinícius deve entrar como uma alternativa de mais mobilidade no ataque tricolor. 

 Para Prates, alguns detalhes precisam ser acertados, mas, de forma geral, o Bahia vem criando oportunidades para vencer jogos.

"A gente está muito satisfeito com desempenho, entrega dos jogadores. É louvável. A gente não está tendo que cobrar algo a mais para que faça, que se doe os 90 minutos. Obviamente que a gente tem defeitos, coisas a corrigir, e isso estava sendo feito com Guto e vai ser feito comigo ou quem vier. O básico, que a gente cobra é entrega, que está sendo feito. Estamos em três competições. Então, o que a gente sabe e quer muito é buscar a melhor colocação no Brasileiro, que é o que falta hoje. A gente sabe de alguns defeitos e eles estão sendo corrigidos internamente. Volto a dizer, não é falta de empenho de ninguém: diretoria, comissão que estava, a gente, os atletas. Só isso vai nos levar a uma melhor competição no Brasileiro", frisou.

VAVEL Logo

Paraná Notícias

há 13 dias
há 16 dias
há 16 dias
há 17 dias
há 19 dias
há 21 dias
há 22 dias
há um mês
há um mês
há um mês
há um mês