Vitória bate Chapecoense, volta a vencer após três jogos e deixa zona de rebaixamento

Neílton marcou belo gol que garantiu triunfo rubro-negro; Verdão do Oeste pode entrar na faixa de descenso

Vitória bate Chapecoense, volta a vencer após três jogos e deixa zona de rebaixamento
Maurícia da Matta/EC Vitória
Vitória
1 0
Chapecoense
Vitória: Ronaldo; Cedric, Kanu, Aderllan e Jeferson; Ramon e Lucas Marques (Yago, min. 75); Neílton (Lucas Fernandes, min. 84), Rhayner (Nickson, min. 71) e Wallyson; André Lima. Técnico: Vagner Mancini.
Chapecoense: Jandrei; Apodi (Eduardo, min. 74), Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo (Guilherme, min. 73), Elicarlos e Canteros; Nadson, Arthur e Wellington Paulista (Vinícius, min. 63). Técnico: Gilson Kleina.
Placar: 1-0, Neílton, min. 61.
ÁRBITRO: Dyorgines José Padovani de Andrade (ES), auxiliado por Fabiano da Silva Ramires (ES) e Vanderson Antônio Zanotti (ES) | Cartões amarelos: Kanu (VIT, min. 64), Neílton (VIT, min. 83), André Lima (VIT, min. 85), Rafael Thyere (CHA, min. 85), Arthur (CHA, min. 91)
INCIDENCIAS: Partida disputada no Estádio Barradão, em Salvador/BA, válida pela décima rodada do Campeonato Brasileiro da Série A 2018

O Vitória precisava do resultado para não ficar mais tempo na zona de rebaixamento. Diante de sua torcida, no Estádio Barradão, em Salvador/BA, a equipe rubro-negra enfrentou a Chapecoense. Em comum, os fatos dos dois times estarem na parte inferior da tabela de classificação e terem defesas com números muito alarmantes. Melhor para os anfitriões. Em jogo válido pela décima rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, disputado na noite desta quarta-feira (6), o Leão da Barra venceu por 1 a 0, com gol marcado por Neílton.

O primeiro tempo do confronto foi bem aberto, com chances de gol para os dois times. A Chapecoense foi mais eficiente ao chegar com Wellington Paulista, que, por muito pouco, não abriu o placar aos seis minutos de jogo. O Vitória respondeu com uma finalização de Lucas Marques. O volante arriscou de longe e assustou.

Aos poucos, os donos da casa começaram a chegar de maneira mais eficiente ao gol de Jandrei, que segurava como podia o ímpeto oponente. Os baianos chegaram em duas oportunidades consecutivas. Na primeira, André Lima completou cruzamento de carrinho e o arqueiro defendeu. Logo em seguida, Neílton bateu de primeira e foi travado pela zaga.

Maurícia da Matta/EC Vitória

O segundo tempo começou com as equipes mais relaxadas e a partida ficou muito aquém, com poucas jogadas interessantes. Até que Neílton fez a diferença e foi crucial para o resultado da partida. Aos 16 minutos, o camisa 10 pegou sobra de Apodi e emendou um lindo chute para abrir o placar. A bola foi no ângulo, indefensável para Jandrei.

A Chapecoense tentou logo voltar à partida e ameaçou o goleiro Ronaldo, que levou a melhor em todas as intervenções. O Verdão do Oeste ficou mais tempo com a pelota depois do gol sofrido, mas encontrava dificuldades em criar chances. Os rubro-negros fortaleciam a defesa e ficavam à espera do contra-ataque. Como as duas estratégias não funcionavam, a partida ficou travada e o Vitória conseguiu os três pontos importantes.

Com o resultado, os clubes permanecem na parte inferior da tabela. O Vitória deixou a zona de rebaixamento ao subir para a 14ª posição, com 11 pontos; enquanto a Chapecoense soma dez pontos e vem logo atrás. A próxima rodada acontece no fim de semana e as equipes entram em campo no próximo sábado (9). A Chape recebe o Cruzeiro às 19 horas na Arena Condá, em Chapecó. Por sua vez, o Leão da Barra enfrenta o Corinthians, às 21 horas, na Arena Corinthians, em São Paulo/SP.