Em jogo movimentado, Vitória cede empate ao Cruzeiro no segundo tempo pelo Brasileirão

Em um duelo com várias oportunidades de gol, o Leão permanece perto da zona de rebaixamento e a Raposa soma quatro rodadas sem vencer

Em jogo movimentado, Vitória cede empate ao Cruzeiro no segundo tempo pelo Brasileirão
Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Sem vencer nas últimas rodadas, Vitória e Cruzeiro  ficaram no empate em 1 a 1 neste domingo (5), no Barradão, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Neilton marcou de penalty e Manoel descontou para os mineiros.

Com o resultado, o Brinquedo Assassino chegou aos 17 pontos e ocupa a 14º colocação. Enquanto isso, a Raposa fica na oitava posição, com 25 pontos.

No primeiro tempo, o Vitória dominou a partida e deu trabalho ao goleiro Rafael. Aos 16’, o zagueiro Murilo recuou mal a bola, Bou correu atrás, contudo, o camisa 12 estava atento e foi para a dividida e ganhou tiro de meta. Sem demora, a defesa cruzeirense dormiu no ponto. Após uma cobrança de escanteio, Meli pegou um rebote na entrada da grande área. A bola desviou na marcação do celeste e foi pra fora.

Aos 22, os visitantes acordaram. Mancuello tocou para  Rafael Sóbis, o atacante finalizou e a bola explodiu no travessão Em seguida, nova oportunidade. Na reta final, David sofreu uma de Aderllan.  Sóbis cobrou no canto e o goleiro Ronaldo espalmou para fora.

Na volta aos gramados, o Leão chegou animado. Aderllan cruzou na  grande área, Walter Bou subiu livre e cabeceou, mas a bola acabou indo para fora. Os visitantes responderam com Sóbis. O camisa 7 virou em cima do zagueiro e buscou o ângulo do goleiro do Vitória, acertando novamente a trave.

Aos 13', Rafael salvou o Cruzeiro. Bruno Silva perdeu a bola para Brayan, Bou pegou a sobra e chuta no canto e o goleiro espalma. Em seguida, o arqueiro celeste brilhou. Erick finalizou rasteiro no canto, o camisa 12 se esticou e mandou para escanteio.

Aos 22', penalidade máxima para o Vitória. Neilton avançou em velocidade e foi derrubado por Murilo. O atacante cobrou: bola para um lado e goleiro no outro. 1 a 0.

Aos 28, Arrascaeta entrou na partida. Dois minutos depois, foi comprar uma falta. O uruguaio colocou a bola na pequena área, Manoel escorou de cabeça para fundo do gol. 1 a 1.

Aos 42', pelo lado esquerdo, Wallyson recebeu e deixou Ezequiel na saudade. Chutou no ângulo direito do gol, e Rafael espalma para escanteio. Nos minutos finais,  Arrascaeta cobrou escanteio. Novamente, o zagueiro Manoel sobiu mais alto que o Aderllan e cabeceiou para o fundo do gol. Mas o árbitro Eduardo Tomaz de Aquino Valadão marcou falta, invalidando o gol.

 Na próxima rodada, o Vitória visita o Grêmio, em Porto Alegre. Já o Cruzeiro volta a campo na próxima quarta-feira (8), às 21h45 (de Brasília) , contra o Flamengo, no Maracanã, no primeiro confronto pelas oitavas de final da Copa Libertadores da América.