Sob novo comando, Paysandu recebe Avaí para tentar escapar do Z-4
(Foto: Jamira Furlani / AVAÍ F.C.)

Sob novo comando, Paysandu recebe Avaí para tentar escapar do Z-4

Com situações opostas na tabela, o Papão precisa vencer o embalado Leão

rafaella-bonassi
Rafaella Bonassi
PaysanduRenan Rocha; Maicon Silva, Edmar, Perema e Diego; Nando Carandina, Renato Augusto; Alan Calberg, Thomaz e Guilherne Santos; Hugo Almeida. Técnico: João Brigatti
AvaíAranha; Guga, Airton, Betão e Capa; Judson, Pedro Castro e André Mortiz; Renato, Beltrán e Romulo. Técnico: Geninho
ÁRBITROPathrice Wallace Corrêa (RJ) com os auxiliares Diogo Carvalho Silva (RJ) e Gabriel Conti Viana (RJ)
INCIDENCIASPartida válida pela 26ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro a ser disputada no dia 07 de setembro, no estádio Curuzu

Paysandu e Avaí se encontram nesta sexta-feira (07), às 18 horas no Estádio Curuzu para compor o cheio final de semana da 26ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com cada time em um extremo da tabela, ambos precisam sair vitoriosos do confronto.

Em 4° lugar, o Leão da Ressacada não pode correr o risco de sair do G-4 e, possivelmente cair uma posição, já que o Atlético-GO tem 40 pontos somados e segue de perto o Avaí, com 42. O Papão, por sua vez, tem 26 pontos e amarga a 18ª colocação com cinco pontos de diferença para o lanterna Boa Esporte.

Os dois clubes se enfrentaram por 11 vezes na história. De acordo com o retrospecto, o Paysandu tem leve desvantagem. Foram cinco vitórias para o Leão, três vitórias do time paraense e três empates.

Paysandu com novo treinador e três desfalques

O novo técnico do Papão, João Brigatti, não teve muito tempo para treinamentos durante a semana, principalmente por ter assumido oficialmente o cargo na quarta-feira (5), após a última derrota do Paysandu para o São Bento na última terça-feira.

Em má fase, já que o clube não vence há sete jogos, a hora agora é a de tentar a recuperação para fugir de um rebaixamento que pode se aproximar mais, porém, para vencer o jogo desta sexta-feira, Brigatti não poderá contar com três jogadores: o zagueiro Diego Ivo, suspenso pelo terceiro amarelo, o lateral-direito Matheus Silva, suspenso por expulsão e o meia Pedro Carmona, que ainda sente dores na coxa.

Na zaga, a entrada tanto de Perema quanto de Fernando Timbó são esperadas, principalmente pela falta da realização de um treino coletivo. Na lateral, a disputa fica entre Maicon Silva e Jonathan, enquanto que no meio de campo a expectativa é de que Thomaz seja mantido. Se adotar o sistema que vinha usando na Ponte Preta, Brigatti pode adotar um sistema de 4-3-3.

Durante a entrevista coletiva concedida pelo treinador logo após sua apresentação, ele falou um pouco da sua expectativa para a partida: “O que eu tenho em mente para este jogo: jogadores que estejam com saúde. Não estarei tirando A ou B por parte técnica. Precisamos fazer uma equipe forte para enfrentar uma outra equipe forte. Ainda pela Ponte enfrentei o Avaí no primeiro turno, um jogo extremamente difícil, mas que, com o vigor físico da nossa equipe, conseguimos um empate”, disse.

Confira as ofertas de nosso parceiro FutFanatics

Avaí com retornos, mas ainda sem jogadores importantes

A missão do Leão da Ressacada nesta rodada é uma só: é preciso se distanciar dos times que estão fora do grupo de acesso e, dessa maneira, continuar cada vez mais firme no G-4. Isso acontecerá, portanto, com o retorno do time para Santa Catarina após o duelo com os três pontos na bagagem.

A questão é que o técnico Geninho ainda não tem disponível alguns jogadores importantes para o elenco: Rodrigão, Marquinhos e Jonas Carioca não foram liberados pelo departamento médico e não puderam ser relacionados para a partida. A parte boa, entretanto, é o retorno de dois jogadores que cumpriram suspensão na partida passada, Renato e André Moritz, que devem entrar nos lugares de Matheus Barbosa e Gabriel Lima, respectivamente.

Com o fim da temporada cada vez mais próximo, o técnico Geninho opinou sobre a necessidade de pontuar, principalmente agora: “Nos últimos dez jogos, o bicho vai pegar. Precisamos sempre pontuar, independente se vamos jogar bem ou não. Daqui para frente vamos fazer partidas mais nervosas, com cada time indo em busca do seu objetivo. Temos que estar preparados para segurar qualquer situação”, afirmou.

VAVEL Logo

    Paysandu Notícias

    há 2 dias
    há 8 dias
    há 19 dias
    há 2 meses
    há 2 meses
    há 2 meses
    há 2 meses
    há 2 meses
    há 2 meses
    há 3 meses