Tempos distintos e acréscimos eletrizantes: Palmeiras e Corinthians empatam no dérbi
Foto: Cesar Greco / Palmeiras

No dérbi entre Palmeiras e Corinthians, um empate amargo para ambas as equipes no Pacaembu. O time Alviverde chegou aos 67 pontos e pode ver a vantagem do líder Flamengo aumentar para 10 ao final da rodada. Já a equipe alvinegra permanece na sexta posição, mas pode ser ultrapassada por Athletico-PR e Internacional que ainda entrarão em campo pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Falta de criatividade e muita marcação

Logo no início da partida o Corinthians teve uma boa chance com Boselli que cabeceou para defesa de Weverton. Apertando a saída de bola, a equipe alvinegra conseguiu dificultar a criação do vice-líder do campeonato no início de jogo. Apenas aos 10 minutos da primeira etapa, o Palmeiras conseguiu finalizar pela primeira vez com Dudu de fora da área.

Com dificuldades de chegar com a bola rolando, o Verdão conseguiu chegar na bola parada. Aos 18 minutos, Bruno Henrique cobrou falta que passou perigosamente perto da meta do goleiro Walter. O jogo continuou morno, até que aos 33 minutos o meia Gustavo Scarpa recebeu livre e chutou cruzado rente a trave corintiana.

A primeira etapa foi marcada por muitos erros de ambas as equipes, poucas chances criadas e muita marcação no meio campo. O 0 a 0 no placar refletiu bem o que foi apresentado.

Pressão palmeirense e gols no final

Diferente da primeira etapa, o Palmeiras começou pressionando no segundo tempo. Logo com 1 minuto, Scarpa recebeu e cruzou para Deyverson. O atacante cabeceou forte para ótima defesa do goleiro Walter. Aos 7 minutos da segunda etapa, o Alviverde chegou novamente com perigo após jogada ensaiada. Deyverson chutou forte para boa defesa do arqueiro corintiano.

Com 20 minutos do segundo tempo, o Verdão se mostrava melhor em campo e buscando mais o resultado do que o Corinthians. Dudu cruzou rasteiro na área, a bola sobrou limpa para Deyverson na marca do pênalti e o atacante isolou. Após tantas chances desperdiçadas, o técnico Mano Menezes colocou o colombiano Borja no lugar de Deyverson.

De tanto pressionar a equipe palmeirense conseguiu um pênalti. Após escanteio a bola bateu no braço do zagueiro Manoel, o VAR chamou o juiz Vinicius Gonçalves Dias Araujo para checar e foi assinalada a penalidade máxima. Gustavo Scarpa foi para a cobrança e bateu fraco para a defesa do goleiro Walter.

Aos 39 minutos, Borja dominou a bola no peito, girou batendo forte e com perigo. A bola passou por cima da meta corintiana. No lance seguinte, cruzamento rasteiro de Dudu e novamente Borja quase abriu o placar para o Verdão, por pouco não alcançou a bola.

Era o Palmeiras quem pressionava e criava as melhores oportunidades, mas após cobrança de escanteio a bola sobrou para o lateral Michel Macedo que acertou um chute forte e acertou o ângulo do goleiro Weverton, golaço abrindo o placar para o Corinthians no clássico.

O Verdão se lançou ao ataque e respondeu no lance seguinte na mesma moeda. Cobrança de escanteio, bate e rebate na área e a bola sobrou limpa para Bruno Henrique encher o pé e estufar a rede para empatar o jogo aos 49 minutos do segundo tempo. O Palmeiras tentou a virada nos minutos finais, mas não conseguiu.

Panorama no Campeonato

Com o resultado o Alviverde chegou aos 67 pontos, e pode garantir matematicamente a vaga na próxima edição da Libertadores nesta rodada, para isso basta o Internacional não vencer o Fluminense. O Verdão se manteve na 2ª colocação e diminui a distância para o líder Flamengo para 7 pontos, mas essa diferença pode aumentar para 10. A equipe rubro-negra enfrentará o Bahia neste domingo (10) no estádio do Maracanã.

Já o Corinthians alcançou os 49 pontos e é o sexto colocado no Brasileirão. Entretanto, Athletico-PR e Internacional podem ultrapassá-lo ao fim da rodada.

Na próxima rodada, o Palmeiras encara o Bahia no próximo domingo (17) às 16h na Arena Fonte Nova. Já o Corinthians terá pela frente o Internacional, também no próximo domingo (17) às 16h na Arena Corinthians.

VAVEL Logo