Pela segunda rodada do Paranaense, Paraná recebe Atlético na Vila Capanema

O primeiro clássico paranaense de 2018 promete ser quente pela rivalidade que cresceu nos últimos anos

Pela segunda rodada do Paranaense, Paraná recebe Atlético na Vila Capanema
Paraná usou intensidade na preparação para o clássico (Foto: Divulgação / Paraná)
Paraná
Atlético-PR
Paraná: Thiago Rodrigues; Júnior, Neris, Rayan (Márcio) e Igor; Leandro Vilela, Alex Santana, João Paulo e Diego Gonçalves; Feijão e Alemão (Zé Carlos).
Atlético-PR: Léo (Santos); Gustavo Cascardo, Emerson, Zé Ivaldo e Renan Lodi; Deivid, Bruno Guimarães e João Pedro; Giovanny, Yago e Ederson.
ÁRBITRO: Rodolfo Toski Marques (PR).
INCIDENCIAS: Partida válida pela segunda rodada do Campeonato Paranaense.

Quatro jogos abrem a segunda rodada do Campeonato Paranaense 2018. Foco para o primeiro Derby da Rebouças, como é chamado o clássico entre Paraná e Atlético-PR, em função dos estádios de ambos os clubes estarem localizados na Rua Engenheiros Rebouças. A partida será realizada nesta quarta-feira (24), às 20h, na Vila Capanema, em Curitiba, com comando de Rodolfo Toski Marques.

O clássico paranaense, que atualmente também é conhecido como clássico parático, surgiu em 1990 com a formação do Paraná através da fusão de duas equipes: Esporte Clube Pinheiros e Colorado Esporte Clube. Desde então, o confronto entre Furacão e o Tricolor da Vila ganhou força e tornou-se um dos maiores da região Sul do país. 

O Atlético vai à Vila Capanema em busca da vitória para permanecer líder do grupo B, enquanto o Paraná quer buscar sua primeira vitória após perder para o União por 2 a 1, na primeira rodada. O confronto promete ser quente pela rivalidade que ganhou força entre as equipes com as polêmicas de 2017. 

Paraná cheio de mudanças para clássico

Depois do revés e má atuação contra o União, na estreia do Campeonato Paranaense 2018, o técnico Wagner Lopes decidiu por fazer várias mudanças. A principal está no gol. Thiago Rodrigues, contratado recentemente, teve o nome publicado no BID e deve assumir a condição de titular, já que Richard, se recuperando de cirurgia e Luís Carlos, com dores na mão, ainda não estão à disposição do treinador.

Outra mudança será na defesa. Néris e Rayan, que jogaram a primeira partida, devem ir para o banco de reservas e cedem lugar a Márcio e Charles. Os dois jogadores, que vieram de Coritiba e Ceará, respectivamente, foram contratados esse ano para reforçar o time e só estavam esperando a regularização para estrearem. 

No meio e ataque, as prováveis mudanças ainda estão em dúvida. Leandro Vilela, que se recuperou de dores na coxa, deve ganhar a vaga de Zezinho, se estiver 100% fisicamente para o jogo. Quem também pode estrear é o atacante Zé Carlos. Caso Lopes opte por ele, Alemão será opção para ser utilizado durante o clássico.

Se as opções de Wagner Lopes forem confirmadas, o Paraná vai a campo com: Thiago Rodrigues; Júnior, Márcio, Charles e Igor; Leandro Vilela, Alex Santana e João Paulo; Diego Gonçalves, Vitor Feijão e Zé Carlos (Alemão).

Furacão sem muitas mudanças

Usando uma equipe alternativa para o estadual, o Atlético-PR estreou bem, vencendo o Maringá por 2 a 1, com gols de Deivid e Felipe Dorta. Pela boa atuação, o técnico Tiago Nunes não deve promover muitas mudanças no time titular que terá o primeiro clássico do ano no futebol paranaense. Os únicos que deverão ganhar vaga de titular são o zagueiro Emerson e o meia João Pedro.

Emerson, que teve sua última passagem pelo Botafogo, foi inscrito nesta última terça (24) e poderá estrear. Com a entrada dele, o mais provável é que Léo Pereira deixe o time titular. João Pedro estava negociando com o América-MG e por isso não foi titular contra o Maringá. Como a negociação esfriou, ele entra na vaga de Demethryus, formando o trio de volantes com Bruno Guimarães e Deivid.

Mesmo tendo estreado bem, o técnico Tiago Nunes evitou falar em favoritismo, ressaltando que o rival precisa de uma vitória em seus domínios para se recuperar do revés na primeira rodada. Por outro lado, ele disse que por ser um clássico, os jogadores estão ainda mais motivados para mostrarem seu futebol.

"Será uma partida diferente, principalmente por necessitarem da vitória, afirmou. Esperamos um jogo complicado, porque eles vêm de derrota e estreiam em casa", alertou. "Temos todas as condições de fazer um bom jogo e vencer. É um clássico e todos têm a oportunidade de mostrar seu futebol", afirmou o técnico.

A provável escalação do Atlético-PR é: Léo (Santos); Gustavo Cascardo, Emerson, Zé Ivaldo e Renan Lodi; Deivid, Bruno Guimarães e João Pedro; Giovanny, Yago e Ederson.

Relembre os acontecidos que marcaram o clássico ano passado:

Atlético elimina Paraná, e Weverton provoca torcida tricolor

Nas quartas-de-final do Campeonato Paranaense 2017, o Furacão bateu o Tricolor da Vila por 2 a 1 e conseguiu segurar o empate de 0 a 0 no jogo da volta. Na comemoração, o ex-goleiro da Arena da Baixada Weverton colocou a mão na orelha em direção aos torcedores do Paraná. O ato causou irritação aos jogadores e à comissão técnica do tricolor e gerou muita discussão na mídia local.

Furacão cede Arena da Baixada ao Paraná, que bate recorde

Pela 28ª rodada da Série B 2017, o Tricolor da Vila recebeu o Internacional no estádio do rival e bateu o recorde de público: 39.375 pessoas presente. O público maior até então era da partida entre Espanha e Austrália, pela Copa do Mundo de 2014. Esse feito fez com que os torcedores do Paraná provocassem os rivais. A polêmica aumentou quando o Twitter oficial do clube postou a seguinte frase: "Em 2017 teve recorde no estádio dos outros. #RetrôPRC".

Ingressos à venda

Para os rubro-negros, foram disponibilizados 1.800 ingressos com valor de R$ 60,00 a inteira e R$ 30,00 a meia-entrada. Os torcedores do furacão podem pagar somente em dinheiro. Bilheterias abertas das 10h às 18h, na Arena da Baixada. 

Os torcedores tricolores podem efetuar a compra nas bilheterias da Vila, na sede social na Kennedy ou pela internet. Os valores variam de R$ 100,00 a R$ 60,00.