Paraná perde em casa para Atlético-PR e permanece na lanterna do Paranaense 2018

Paraná até começou bem, mas pênalti perdido parece ter abatido o time, que viu rival fazer placar elástico

Paraná perde em casa para Atlético-PR e permanece na lanterna do Paranaense 2018
Com bom número de torcedores na Vila Capanema, Paraná perde diante do Atlético-PR (Foto: Divulgação/Paraná)
Paraná
0 3
Atlético-PR
Paraná : THIAGO RODRIGUES; JÚNIOR, NÉRIS, CHARLES E IGOR (VITOR FEIJÃO); LEANDRO VILELA, ALEX SANTANA (GABRIEL PIRES) E ZEZINHO (FELIPE AUGUSTO) JOÃO PAULO, ALEMÃO E ZÉ CARLOS. TÉCNICO: WAGNER LOPES.
Atlético-PR: SANTOS; GUSTAVO CASCARDO, LÉO PEREIRA, ZÉ IVALDO E RENAN LODI; DEIVID, BRUNO GUIMARÃES E JOÃO PEDRO; GIOVANNY (FELIPE DORTA), YAGO (DEMETHRYUS) E EDERSON (EMERSON). TÉCNICO: TIAGO NUNES.
Placar: 0-1, JOÃO PEDRO, MIN. 36. 0-2, LÉO PEREIRA, MIN. 75. 0-3 FELIPE DORTA, MIN 45+4
ÁRBITRO: Rodolpho Toski Marques (FPF), Bruno Boschila(FPF) e Daniel Cotrim (FPF). CARTÕES AMARELOS: ZEZINHO,ALEX SANTANA, VITOR FEIJÃO, GABRIEL PIRES(PARANÁ); LÉO PEREIRA E DEIVID (ATLÉTICO-PR). CARTÃO VERMELHO: LÉO PEREIRA.

Na partida mais aguardada da rodada do Campeonato Paranaense 2018, o Paraná recebeu o Atlético-PR nesta quarta-feira (24), na Vila Capanema. Mesmo sendo início de temporada, a partida foi muito movimentada e o Atlético venceu por 3 a 0 , com gols de João Pedro, Léo Pereira e Felipe Dorta.

Com a derrota, a equipe do Paraná ocupa a última colocação do Grupo A do Campeonato Paranaense. A equipe do Cianorte lidera o grupo com quatro pontos. O tricolor retorna aos gramados neste domingo (28), quando fará a segunda partida seguida em casa, diante do Londrina, na Vila Capanema.

Já a equipe do Atlético-PR conseguiu sua segunda vitória consecutiva e lidera o grupo B com seis pontos. O próximo compromisso do Furacão será no próximo sábado (27), quando enfrenta o Cianorte às 17h, na Arena da Baixada. 

Paraná começa melhor, mas Atlético abre placar

Distante ainda da "equipe ideal", os atletas do Paraná conseguiram superar a falta de ritmo e de entrosamento para cumprir as funções táticas ao menos nos minutos inicias. Tentando jogar na segurança, a equipe comandada por Matheus Costa teve a consistência ofensiva mas pecou na parte defensiva.

Com esse poder de ataque no primeiro tempo, a equipe do Paraná dominou as ações da partida durante boa parte da etapa. Aos 5', Zezinho entrou na área e sofreu a penalidade. Zé Carlos foi para cobrança mas parou no goleiro Santos. Aos 13', novamente Zezinho infiltrou na área da equipe rubro-negra e mandou um forte chute para defesa de Santos.

Mesmo com o Paraná tendo o domínio da partida, o Atlético-PR teve a sua primeira oportunidade aos 27'. Após a cobrança de escanteio, a bola foi cruzada na área e Zé Ivaldo cabeceou para fora. Desse momento em diante a partida mudou de rumo, o que era domínio do Paraná virou pressão do Atlético-PR, até que aos 33', João Pedro acertou uma bomba no ângulo, de fora da área, para fazer 1 a 0 no primeiro tempo. 

Furacão domina e não toma conhecimento

Na volta do intervalo, a partida seguiu os mesmo rumos do fim da primeira etapa, com pressão do Atlético nos contra-ataques. Foram três momentos de perigo. Primeiro com João Pedro e depois com Yago e Felipe Dorta, em bolas que assustaram o Tricolor da Vila. Aos 29', o zagueiro Léo Pereira se redimiu do pênalti cometido e mandou a bola para o fundo das redes do Paraná.

Mas como nada é perfeito, aos 36' o próprio Léo Pereira foi expulso da partida depois de tomar o segundo cartão amarelo por reclamação. Com o placar marcando 2 a 0 e a chuva começando a cair na Vila Capanema, a partida se complicou para o Paraná. Já nos acréscimos, Felipe Dorta recebeu de João Pedro e bateu na saída de Thiago Rodrigues, fazendo 3 a 0 e dando números finais ao jogo.