Kaori Icho ganha quarta medalha olímpica e bate recorde na luta olímpica

A lutadora japonesa garantiu mais um ouro e se tornou a primeira tetracampeã em esportes individuais dos Jogos Olímpicos

Kaori Icho ganha quarta medalha olímpica e bate recorde na luta olímpica
(Foto: Toru Hanai / Reuters)

A Luta Olímpica tem uma rainha japonesa. Aos 32 anos, Kaori Icho ganhou mais um ouro olímpico, seu quarto seguido, nesta quarta-feira (17) e se consagrou tetracampeã na categoria até 58kg. Icho é a primeira a conquistar esse feito em esportes individuais dos Jogos Olímpicos na história.

Sem nova dona para a medalha de ouro da categoria até 58kg na luta livre feminina. Vencedora em Atenas 2004, Pequim 2008 e Londres 2012, os Jogos Olímpicos Rio 2016 consagraram mais uma vez Kaori Icho, lutadora de 32 anos do Japão. A Arena Carioca 2 presenciou história olímpica sendo escrita, já que, com mais uma medalha, Icho se isola como maior campeã olímpica em esportes individuais.

Icho se destaca por vencer de forma incontestável. No Rio de Janeiro, a lutadora japonesa venceu quatro combates nesta quarta-feira e, por fim, bateu a russa Valeria Zholobova nos últimos dois segundos da final, levando o ouro e mostrando porque é a melhor do mundo na luta livre.

Sua caminhada começou quando, por superioridade técnica, venceu Marwa Amri, da Tunisia. Com sua principal rival, Purevdorj Orkhon, que quebrou sua invencibilidade de 189 lutas em janeiro, eliminada logo na primeira fase, Kaori fez placar mais baixo e teve dificuldade contra a turca Elif Jale Yesilirmak, mas venceu por 3 a 1. Na semifinal, vida fácil para a japonesa, que venceu mais uma por superioridade técnica.

Na final, Valeria Zholobova deu trabalho e foi bem agressiva, vencendo o primeiro roud por 2 a 1. A japonesa seguiu atacando bastante e tentando encaixar os golpes. Quando o cronômetro marcada apenas dois segundos restantes, Icho conquistou dois pontos e virou, levando o ouro merecido.

O Japão tem conseguido medalhas na luta livre. Na categoria até 48kg, Eri Tosaka venceu Mariya Stadnik, do Azerbaijão, e conquistou o seu primeiro ouro olímpico aos 22 anos. Na categoria 69kg, Sara Dosho derrotou a russa Natalia Vorobeva e conquistou o terceiro título da equipe nipônica só na quarta-feira.