Campeonato Paranaense: tudo que você precisa saber sobre Paraná x Cascavel

Apesar dos treinadores não terem definido os titulares, devem repetir os times, excluindo os desfalques

Campeonato Paranaense: tudo que você precisa saber sobre Paraná x Cascavel
Carlos Eduardo é um dos destaques do Tricolor (Foto: Divulgação / Paraná)
Paraná
Cascavel
Paraná: Richard; Alemão, Neris, Rayan e Mansur; Leandro Vilela, Jhonny Lucas, Carlos Eduardo e Marcelo Baez; Vitor Feijão e Diego. Técnico: Rogério Micale.
Cascavel: Vinícius; Wagner, Danilo, Junior Fell e Elivelton; Jose Artur, Lucas Costa e Dinelson; Clennyson, Eduardo e Weverton. Técnico: Milton Harassen.
ÁRBITRO: Eli Marini (PR).
INCIDENCIAS: Partida válida pela terceira rodada do Taça Caio Júnior, segundo turno do Campeonato Paranaense. Será disputada neste sábado (10), às 20h, na Vila Capanema.

Se esse jogo tivesse sido realizado no primeiro turno do Campeonato Paranaense, ninguém teria a certeza do favoritismo do Paraná, mesmo com o Tricolor da Vila estando na Série A do Campeonato Brasileiro. Isso porque o Cascavel, adversário do time nesse sábado (10), às 20h, na Vila Capanema, fez boa campanha e quase se classificou, enquanto o Tricolor ficou na lanterna do grupo.

Treinadores fazem mistério

Na última vitória do Paraná, Thiago Santos foi um dos destaques do time. Além de ter feito um dos gols no clássico, fez o goleiro adversário trabalhar bastante durante toda a partida. Durante o jogo, o atacante tricolor teve que ser substituído e ao fazer exames, foi detectado um problema no quadril, que o tira do jogo contra o Cascavel. Em seu lugar deve entrar Diego Gonçalves, que também marcou.

Uma das surpresas na Taça Caio Júnior é o meia Vitor Feijão. O jogador teve poucas oportunidades com Wagner Lopes e mesmo quando foi acionado, não conseguiu corresponder. Com ânimo novo e a posição de titular assegurada, ele foi um dos responsáveis pela vitória no Paratiba, incomodando bastante pelo lado direito. Em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira (9), ele elogiou Rogério Micale.

"Ele já trabalhou com grandes craques. Ele fala bastante de como era a rotina com eles, e isso nos motiva, quem não quer chegar um dia a jogar na Seleção? E ele tenta passar isso para a gente, o caminho de como chegar lá", afirmou Feijão.

Rogério Micale não confirmou o time que entrará em campo, mas é muito provável que ele repita a escalação do último jogo, sendo assim, o Tricolor da Vila deve ser escalado assim: Richard; Alemão, Neris, Rayan e Mansur; Leandro Vilela, Jhonny Lucas, Carlos Eduardo e Marcelo Baez; Vitor Feijão e Diego.

Diferente do primeiro turno, o Cascavel está em outra situação. Enquanto na Taça Dionísio Filho, o time brigava pela classificação para as semifinais, agora tem que começar a vencer se não quiser entrar na luta contra o rebaixamento para a segunda divisão estadual. O time, que ocupa a vice-lanterna do Grupo A, teve duas derrotas. A primeira para o Foz e a segunda para o Cianorte, em casa.

Se o técnico Milton Harassen não fizer nenhuma alteração em relação ao último jogo, o time aurinegro deve entrar em campo com: Vinícius; Wagner, Danilo, Junior Fell e Elivelton; Jose Artur, Lucas Costa e Dinelson; Clennyson, Eduardo e Weverton.

Arbitragem

Eli Marini apita, com o auxílio de Deniel Carvalho e Alessandro Rodrigues Mori, todos da Federação Paranaense de Futebol.