Jogadores do Paraná lamentam recorde histórico de jogos sem vitória
Foto: Divulgação/Twitter Oficial Paraná Clube

Jogadores do Paraná lamentam recorde histórico de jogos sem vitória

Time paranaense conseguiu segurar bem o Bahia, mas acabou cedendo nos minutos finais da partida e perdeu por 2 a 0 no Pituaçu

matheus-gabriel
Matheus Gabriel

O Paraná tentou, mas não conseguiu derrubar a sequência de 15 jogos se vitórias na Série A. O novo revés veio diante do Bahia, por 2 a 0. Os gols foram marcados pelo atacante Vinícius, já no final da partida.

Em entrevista após o jogo, o lateral paranista, Igor, confirmou que a estratégia era marcar muito e buscar uma bola boa no contra ataque, mas o time não conseguiu nenhum dos dois.

“Viemos com uma proposta de jogo boa, mas a gente marca, marca, e uma hora os caras conseguem furar. Quando acerta, acerta todo mundo, quando erra, erra todo mundo. Quando o pessoal da frente marca, ganha todo mundo também”, disse.

O atacante Silvinho, visivelmente chateado com a situação após o jogo, demonstrou toda sua insatisfação com o grupo, e pontuou que a jogada que resultou em um dos gols do Bahia já aconteceu antes.

“A proposta era quando pegar a bola e sair no contra-ataque, mas não conseguimos. Tivemos a oportunidade de matar e não matamos. E na bola parada, eles fizeram e já aconteceu isso antes”, comentou.

Para o zagueiro Renê Santos, a disposição do time foi destaque positivo e, mesmo com a equipe em situação difícil na tabela, espera que os companheiros tenham cabeça erguida.

“A gente tirou força de onde não tem. Conversamos no vestiário, fizemos reunião para tirar o Paraná dessa situação. E mostramos que temos condições. É continuar trabalhando. A coisa se complicou um pouco mais agora, mas não da para abaixar a cabeça”, concluiu.

Praticamente rebaixado, com apenas 17 pontos conquistados em 29 rodadas, o Paraná volta a campo no próximo domingo (21), contra o Flamengo, no Durival de Britto, às 19h, pela 30ª rodada da Série A.

VAVEL Logo