Athletico-PR e Botafogo duelam por vaga direta à Libertadores
Felipão quer terminar a temporada com a classificação direta para a Libertadores. (Foto: Gustavo Oliveira/athletico.com.br)

Resta apenas uma vaga direta para a Libertadores de 2023 e três clubes em disputa. Dois deles se enfrentarão neste domingo, às 16h, na Arena da Baixada, pela última rodada do Campeonato Brasileiro. O Athletico-PR está com um pé na competição, mas não quer abrir mão da última vaga do G-6. Para isso, a equipe comandada por Felipão precisa vencer o Botafogo, concorrente direto.

Apenas dois pontos separam o Furacão do alvinegro carioca na tabela de classificação. O clube paranaense ocupa a sexta posição com 55 pontos e depende apenas de si para carimbar a vaga para a fase de grupos da Libertadores. Em caso de empate, a equipe precisa torcer por um tropeço do Atlético-MG no jogo contra o Corinthians para se manter em seu lugar na tabela.

O Athletico, que passou 28 rodadas dentro do pelotão dos seis primeiros, só fica sem a vaga para a Libertadores se for derrotado pelo Botafogo, e Atlético-MG e América-MG vencerem seus jogos. Nessa situação, o Furacão encerraria o Brasileirão em nono lugar, perdendo a vaga para o Coelho pelo número de vitórias.

O rubro-negro paranaense vem colecionando tropeços que colocam em risco a classificação para o torneio mais importante da América do Sul. Nas últimas cinco rodadas, foram três derrotas e apenas uma vitória. O último tropeço foi no empate fora de casa contra o Atlético-GO.

O Glorioso, que está em oitavo lugar com 53 pontos, depende de uma combinação de resultados para alcançar o grupo dos seis primeiros. Se superar o rubro-negro paranaense e o Galo empatar ou perder para o Corinthians, o time comandado por Luís Castro garante a vaga no G-6. 

Em caso de vitória do time mineiro, o Botafogo garante vaga na pré- Libertadores. Se perder, o clube carioca precisará torcer para tropeços de América-MGFortaleza e São Paulo para não perder a vaga.

Ao contrário do adversário de hoje, o alvinegro carioca vem de bons resultados nas últimas cinco partidas. Com três vitórias e um empate, o time subiu na tabela e chegou ao G-8 após a vitória sobre o Santos por 3 a 0.

  • Insatisfeito, Felipão deve alterar equipe titular

Para garantir a classificação sem maiores preocupações, o treinador do Furacão deve promover mudanças importantes nos 11 iniciais. Scolari conta com o retorno do zagueiro e capitão Thiago Heleno, que cumpriu suspensão por conta do cartão vermelho levado na derrota para o Internacional. O jogador entrará no lugar de Pedro Henrique, fora do jogo de logo mais por causa de dores no joelho.

As outras mudanças deverão acontecer no meio de campo e no ataque. Alex Santana pode ganhar a vaga de Cuello no meio, assim como Vitor Roque, que deve entrar no lugar de Pablo e ser a esperança de gols para o Athletico. Artilheiro com 12 gols e peça importante no time, David Terans também deverá ser titular logo mais.

Provável escalação: Bento; Khellven, Matheus Felipe, Thiago Heleno e Abner; Erick, Fernandinho e Alex Santana; David Terans, Vitinho e Vitor Roque.

Após ficar fora da última partida por suspensão, Marçal volta a equipe titular do Botafogo para o duelo decisivo fora de casa. O jogador é um dos destaques da equipe, com boa presença ofensiva e defensiva. De acordo com o SofaScore, o lateral tem a melhor média de passes decisivos por jogo, assim como de desarmes e interceptações.

No meio de campo, a única alteração será a entrada de Patrick de Paula, que ocupará a vaga de Gabriel Pires, fora pelo terceiro cartão amarelo que levou durante a vitória sobre o Santos. O trio ofensivo será o mesmo de quinta-feira, com Tiquinho Soares sendo mais uma vez a esperança de gols para o alvinegro.

Provável escalação: Lucas Perri; Daniel Borges, Adryelson, Cuesta e Marçal; Tchê Tchê, Patrick de Paula e Lucas Fernandes; Júnior Santos, Tiquinho Soares e Jeffinho.

  • Arbitragem

Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS);

Assistente 1: Rafael da Silva Alves (Fifa-RS);

Assistente 2: Tiago Augusto Kappes Diel (Fifa-RS);

Árbitro de vídeo (VAR): Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (Fifa-RN).

VAVEL Logo