Na abertura da 35ª rodada do Brasileirão na Neo Química Arena nesta sexta-feira (24), o Bahia superou o Corinthians por 5 a1 e deixou a zona de rebaixamento momentaneamente. Renato Augusto marcou para o Timão, enquanto Rezende, Cauly, Thaciano (2) e Ademir deixaram suas marcas para o Esquadrão de Aço.

  • Contra-ataques encaminham goleada do Bahia no primeiro tempo

Os comandados de Mano Menezes entraram em campo com o tradicional 4-3-3 buscando controlar mais a posse de bola no ataque ao invés do 3-5-2 na vitória contra o Grêmio, mas Rogério Ceni não entrou com rês zagueiros e surpreendeu na escalação inicial.

O Bahia também surpreendeu positivamente na intensidade pois foram necessários apenas quatro minutos para abrir o placar. Luciano Juba cobrou escanteio da esquerda para a primeira trave onde Rezende subiu mais que a zaga e testou cruzado com auxílio da trave para vence Cássio.

Mantendo a organização defensiva e a alta intensidade nas transições defensivas, o Esquadrão de Aço chegou ao segundo aos 16'. Cauly recebeu de juba na meia-lua e tabelou com Thaciano para invadir pelo meio e pedalar para cima de Lucas Veríssimo, trazendo para a canhota e soltando um chute firme no ângulo.

Mano Menezes não esperou o intervalo e optou por Wesley no lugar de Fábio Santos ainda no primeiro tempo, mas o Bahia chegou ao terceiro gol depois que Marcelo de Lima Henrique marcou pênalti aos 27' após revisão no VAR, por uma entrada de Gil em cima de Biel. Thaciano acertou um chute firme no canto direito e deslocou Cássio.

Aos 36', o Bahia quase conseguiu o quarto gol depois que Cauly recebeu levantamento de Luciano Juba para contar com desvio de Veríssimo na finalização, mas a bola passou ao lado da trave esquerda. Por fim, aos 42', o Corinthians tentou reagir na tabela de Renato Augusto e Giuliano, mas Rezende fez o corte no momento exato.

  • Bahia "freia" tentativa de reação do Timão

O Corinthians voltou para o segundo tempo controlando mais a posse de bola tentando chegar ao ataque principalmente com Renato Augusto, que conseguiu diminuir o placar em jogada individual aos 22'.

Giuliano pifou a entrada de Yuri Alberto pela área na direita e o atacante foi desarmado, mas a sobra caiu nos pés de Renato Augusto que mandou de primeira no ângulo direito do goleiro Marcos Felipe para colocar o Corinthians " de volta no jogo".

Mano Menezes apostou nas entradas de Pedro Henrique e Rojas na sequência da etapa complementar, mas o Bahia mais uma vez encontrou espaços na transição defensiva e conseguiu encaminhar a vitória aos 30'. Pelo corredor central, Ademir armou tabela com Cauly e recebeu devolução em profundidade para tocar por baixo do goleiro Cássio.

O Timão tentou responder com Fagner tabelando com Renato Augusto pela direita para dominar a devolução dentro da área, mas a pancada cruzado saiu rente á trave. Na sequência, Wesley alçou bola da esquerda na segunda trave e Fagner escorou de cabeça para o meio, só que Renato concluiu testando em cima de Marcos Felipe.

A situação melancólica na Neo Química Arena para o torcedor do Corinthians piorou de vez aos 38', quando Gil derrubou Ademir dentro da área e Marcelo de Lima Henrique marcou pênalti. Thaciano mais uma vez bateu com frieza e venceu Cássio pela segunda vez, fechando a goleada em 5 a 1.

  • Tabela

O resultado deixou o Bahia com 41 pontos na tabela de classificação, em 15º lugar, à frente de Vasco (16º) e Cruzeiro (17º). O Corinthians permaneceu com 44 pontos, em 12º lugar.

  • Sequência

Na 36ª rodada do Brasileirão, o Corinthians terá pela frente o Vasco em São Januário na terça-feira (28), às 21h30, em São Januário. Enquanto isso, o Bahia receberá o São Paulo na quarta-feira (29), as 20h, na Arena Fonte Nova.

VAVEL Logo
Sobre o autor