Paraná bate CRB fora de casa e garante retorno à Série A após dez anos

Graças ao gol de Audálio, contra, Tricolor paranaense venceu por 1 a 0 em Maceió e confirmou volta para a elite com uma rodada de antecedência

Paraná bate CRB fora de casa e garante retorno à Série A após dez anos
Foto: Albari Rosa/Paraná Clube
CRB
0 1
Paraná
CRB: Edson Kölln; Eduardo (Clebinho, min. 20/2ºt), Flavio Boaventura (Audálio, min. 18/1ºt), Gabriel, Diego; Yuri, Rodrigo Souza; Edson Ratinho, Tony, Chico; Zé Carlos (Neto Baiano, min. 20/2ºt). Técnico: Mazola Júnior
Paraná: Richard; Cristovam, Iago Maidana, Eduardo Brock, Rayan; Leandro Vilela (Gabriel Dias, min. 20/2ºt), Vinícius Kiss; Zezinho (Alemão, min. 15/2ºt), Renatinho, Vitor Feijão (Felipe Alves, min. 9/2ºt); Robson. Técnico: Matheus Costa
Placar: 0-1, min. 17/2ºt, Audálio (contra)
ÁRBITRO: Marcelo de Lima Henrique, auxiliado por Michael Correia e Silbert Faria Sisquim, todos do RJ. Amarelos: Zezinho (PAR)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 37ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2017, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, AL

O final de ano do torcedor paranista será o mais feliz da última década. Depois de cair em 2007, o Paraná finalmente garantiu o seu retorno à Série A do Campeonato Brasileiro com uma rodada de antecedência. A vitória por 1 a 0 sobre o CRB, em Maceió, confirmou o acesso do Tricolor paranaense na Série B. O zagueiro Audálio, contra, fez o único gol da partida.

Em 2018, o Paraná participará pela 16ª vez da elite do futebol brasileiro em 27 anos de história. Entre 1993 e 2007, o time disputou sempre ininterruptamente a Série A - em 2000, disputou os dois módulos do Brasileiro, correspondente as duas principais divisões, no mesmo ano. No ano em que foi rebaixado, disputou a Libertadores da América após ter feito sua melhor campanha no ano anterior - 5º lugar. Após 10 anos seguidos na Série B, o time retorna à Primeira Divisão.

A vitória do Tricolor da Vila, que sobe aos 63 pontos, combinada com o empate do Londrina com o líder América-MG e a derrota do Oeste para o rebaixado ABC, deixa os paranaenses inalcançáveis dentro do G-4 com apenas uma rodada restante na Série B. O CRB ocupa o 13º lugar, com 45 pontos, já livre do rebaixamento.

Na rodada final, o CRB visita o líder América-MG, que luta para confirmar o título, enquanto o Paraná fará a festa com sua torcida diante do Boa Esporte. As duas partidas acontecem no próximo sábado (25), às 17h30 (horário de Brasília).

O primeiro tempo no Rei Pelé foi de muita pressão paranista. Diferente da postura adotada na rodada anterior contra o Santa Cruz, também fora de casa, o Tricolor criou várias chances e exigiu ótimas defesas do goleiro Edson Kölln. Robson, Vitor Feijão e Zezinho, na oportunidade mais clara, pararam no arqueiro alvirrubro, que garantiu o 0 a 0 após os 45 iniciais. 

Na etapa final, o técnico Matheus Costa viu o Paraná começar pressionando mais uma vez e, logo aos 7, Robson parou novamente no goleiro do CRB. Precisando da vitória para garantir o acesso, treinador colocou os atacantes Felipe Alves e Alemão antes dos 15 minutos, e seu time foi recompensado. Aos 17, Alemão fez jogada pela esquerda da área, foi à linha de fundo e cruzou para trás. Audálio tentou cortar, mas acabou mandando contra as próprias redes, abrindo o placar em favor dos visitantes.

Mesmo atrás do placar e com as alterações do técnico Mazola Júnior, o CRB não teve forças para pressionar o Paraná e fez o goleiro Richard trabalhar em apenas uma oportunidade, após finalização de Diego, aos 32. Assim, o Tricolor segurou sua vantagem mínima, mas muito valiosa, que assegurou o passe de volta à elite do futebol brasileiro.