Fabinho decide, Liverpool segura pressão e segue na cola do City na Premier League
Foto: Divulgação/Liverpool FC

O jogo que marcou a volta de Mohamed Salah e Sadio Mané ao Liverpool após a disputa da Copa Africana de Nações teve um protagonista o brasileiro Fabinho, que após cobrança de escanteio de Alexander-Arnold chutou duas vezes para fazer o gol da vitória por 1 a 0 diante do Burnley, neste domingo (13), em Turf Moor.

Ao contrário do que sugere a classificação, o confronto entre o vice-líder e o lanterna da Premier League foi equilibrado, tanto que foram 12 finalizações dos Reds contra oito do rival. O Burnley teve boa chance logo no começo, quando Brownhill arriscou um chute de fora da área e obrigou o goleiro Alisson a espalmar para escanteio.


O time da casa ainda apostava em lançamentos de Nick Pope para o campo de ataque, porém nem Weghorst nem Jay Rodríguez conseguiram concluir a ponto de incomodar Alisson. Outra jogada era a bola longa, em lançamentos, e no melhor deles o camisa 9 recebeu infiltrado no meio da defesa, mas a bola saiu à esquerda do gol.

O ataque do Liverpool estava em um dia pouco inspirado, principalmente Salah, que ao longo dos 90 minutos só finalizou uma vez - para fora -, e ainda por cima Mané desperdiçou uma oportunidade clara ao desviar uma cobrança de falta de Arnold, mas Nick Pope salvou o chute à queima-roupa.

No entanto, o time de Klopp mostrou mais uma vez que possui recursos e quando as principais estrelas não conseguem colocar em prática seu talento, a bola parada pode fazer a diferença e então ainda no primeiro tempo o time decidiu o jogo. A cobrança de escanteio veio pela esquerda, Mané cabeceou para trás e então o brasileiro estufou a rede.

Fabinho ainda criou duas boas jogadas no segundo tempo, sendo a primeira um passe em profundidade para Arnold. O lateral invadiu a área pela esquerda e cruzou, Mee desviou o suficiente para tirar Salah da jogada - o egípcio fechava na segunda trave -, mas quase marcou contra. A bola tirou tinta da trave e o egípcio, incrédulo, levou as mãos à cabeça quando viu ela saindo pela linha de fundo. 

O Burnley se lançou para o ataque nos minutos finais, mas após uma tentativa frustrada de chegar à meta de Alisson, Fabinho pegou a bola no campo de defesa e acionou Salah em velocidade, ele arrancou e rolou para Diogo Jota, que dividiu com a defesa e mesmo após três minutos de acréscimos não houve mais nenhuma oportunidade perigosa.  

O que vem por aí

Este foi o último jogo do Liverpool antes do mata-mata da Champions League. Na quarta-feira (16), o time visita a Inter de Milão no Estádio Giuseppe Meazza. Já o Burnley terá a semana inteira para se preparar até o jogo diante do Brighton, fora de casa, no sábado (19).

A vitória fez os Reds diminuírem para nove pontos a diferença para o líder Manchester City, que tem um jogo a mais. Chelsea, West Ham e Manchester United completam o G-5. Já os Clarets seguem na lanterna do Campeonato Inglês, com 14 pontos, um a menos do que o Watford. O Norwich soma 17 e fecha o Z-3. 

VAVEL Logo