Relembre histórias de seis campeões ingleses longe da Premier League há anos
Blackburn foi campeão da Premier League em 1994-95, e não disputa competição desde 2012 (Foto: Divulgação/Premier League)

O primeiro Campeonato Inglês da história foi disputado ainda no século XIX, quando o Preston North End foi o campeão da então Football League na temporada 1888-89. Hoje, mais de 130 anos depois, a Premier League é considerada a mais competitiva liga nacional do continente europeu e a mais importante do mundo.

Uma verdadeira constelação de craques se reúne ano após ano para buscar a cobiçada taça da PL. Desde a temporada 1992-93, o futebol do país passou por um longo processo de mudança e modernização. 

Contudo, por diversos motivos, dentre eles crises financeiras e problemas administrativos, algumas das mais tradicionais equipes inglesas não se mantiveram no auge. Relembre a história de seis campeões ingleses que estão fora da elite há anos.

Nottingham Forest, campeão inglês e da Champions League, está longe da elite desde 1998-99

Nottingham Forrest dominou o cenário inglês ao final da década de 1970 - Crédito: Nottingham Forrest/Divulgação
Nottingham Forrest dominou o cenário inglês ao final da década de 1970 - Crédito: Nottingham Forrest/Divulgação

Os amantes da história do futebol inglês jamais esquecerão dos feitos do Nottingham Forest do final da década de 1970. Campeão nacional em 1977-78 e bicampeão da Champions League em 1978-79 e 1979-80. Mesmo assim, toda a tradição do Forest não pisa no mais alto nível do futebol inglês desde a temporada 1998-99.

Fundado em 1865, é das mais antigas equipes do mundo e, além das taças já citadas, possui também duas FA Cup (1897-98 e 1958-59) e quatro Copas da Liga (1977-78, 1978-79, 1988-89 e 1989-90). Mas, os feitos dos comandados de Brian Clough, que treinou o Forest de 1975 até 1993, sendo um dos responsáveis diretos pelo sucesso da equipe nas décadas de 1970, 1980 e 1990, ficaram para trás. 

Desde a saída do lendário treinador, nada foi como antes pelos lados do City Ground, a equipe levantou apenas um troféu, o da segunda divisão em 1997-98, mas no ano seguinte voltou a ser rebaixado. 

Hoje, a realidade tem sido bem diferente. Desde 1999-00, o time disputa a segunda divisão nacional. O Forest até beliscou o acesso em algumas ocasiões - em 2009-10 chegou a participar dos playoffs para subir à Premier League, mas sem sucesso. Já na temporada 2016-17, correu riscos de cair para a League One (terceira divisão), terminando em 21º, uma posição acima dos rebaixados.

Em 2017, o milionário grego Evangelos Marinakis, dono do Olympiacos, adquiriu o Forest e, desde então, um grande trabalho de reformulação tem sido feito para devolver o clube à Premier League. Até o fechamento deste material, o clube ocupava a quinta colocação na Championship, o que garante vaga nos playoffs de acesso.

Sheffield Wednesday, tetracampeão inglês, não joga a PL desde 1999-00

Tetracampeão inglês, hoje os Owls disputam a League One - Crédito: Sheffield Wednesday/Divulgação
Tetracampeão inglês, hoje os Owls disputam a League One - Crédito: Sheffield Wednesday/Divulgação

Dono de quatro títulos do Campeonato Inglês, o Sheffield Wednesday é a segunda equipe da nossa lista dos que estão há mais tempo sem visitar os gramados da Premier League. E para piorar, hoje está na League One.

Os Owls chegaram à máxima consagração inglesa em quatro momentos, em 1902-03, 1903-04, 1928-29 e 1929-30. Além disso, também foi campeão da FA Cup em 1895-96, 1906-07, 1934-35, e da Copa da Liga em 1990-91. É bem verdade que a grande história de conquistas do Wednesday ficou no passado, ainda em uma longa primeira metade do século XX, mas sua tradição e feitos são lembrados até hoje.

Quando foi rebaixado da Premier League para a segunda divisão em 1999-00, a tradicional equipe britânica vinha de mais de 30 anos consecutivos jogando na elite, e o choque foi grande, tanto é que na segunda temporada na divisão de acesso, os Owls foram rebaixados para a terceira divisão.

E, se a luta no início do século XX era para se firmar entre os principais clubes ingleses, hoje se transformou em uma busca por forças para se manter ao menos na Championship. Desde o início dos anos 2000, o Wednesday disputou em 15 oportunidades a segunda divisão e em cinco a terceira. 

Até o fechamento deste material, a equipe estava na terceira colocação na League One, posição que garante vaga nos playoffs de acesso.

Ipswich Town, do feito histórico na década de 1960, a ausência de 20 anos na Premier League

Poucos times na história do futebol conseguiram um feito como o do Ipswich Town. Campeão da segunda divisão inglesa em 1960-61, os Tractor Boys chegaram na elite nacional batendo de frente com todas as equipes, e de quebra, levaram a taça da primeira divisão

O Ipswich é a terceira equipe a entrar na nossa lista de campeões ingleses há mais tempo sem disputar a Premier League: 20 anos. Mas ainda existe um pior, o time está na terceira divisão pelo terceiro ano consecutivo, e sem chances de acesso.

E, assim como Nottingham Forest e Sheffield Wednesday, os feitos dos Tractor Boys ficaram no século passado. Na temporada 1980-81, a equipe foi campeã europeia, levantando a então Copa da Uefa, hoje Europa League, a maior conquista do Ipswich Town em mais de 140 anos de história.

O que mais chama atenção na história recente do clube é que na temporada anterior ao seu rebaixamento na Premier League, o Ipswich terminou na quinta colocação do campeonato, inclusive garantindo vaga em competições continentais. Entretanto, em 2001-02, mesmo com boas movimentações de mercado, a equipe terminou em 18º lugar com apenas nove vitórias em 38 rodadas. 

Hoje, a realidade é ainda pior, na League One pelo terceiro ano consecutivo, os Tractor Boys não tem nenhuma chance de brigar pelo acesso. Um dos mais tradicionais clubes ingleses do século XX vive tempos duros.

Portsmouth, bicampeão inglês que foi parar na League Two, e não joga a PL desde 2009-10

 

De todos os campeões ingleses presentes na lista dos que não disputam a elite há anos, o Portsmouth é o que possui a história recente mais dolorosa. Do acesso para a Premier League em 2002-03, o clube foi parar na League Two (quarta divisão) em 2013-14. E, possivelmente, o que chama mais atenção ainda, é o fato de o Pompey ter vencido a FA Cup em 2007-08.

O Portsmouth tem uma história riquíssima no futebol inglês, principalmente na primeira metade do século XX. Em 1938-39, o clube ganhou o seu primeiro troféu de grande expressão, a FA Cup. Dez anos depois, iniciou o seu bicampeonato na primeira divisão, taças no armário em 1948-49 e 1949-50.

Em 2002-03, depois de anos no segundo escalão do futebol inglês, o Pompey retornou à elite nacional, disputando pela primeira vez em sua história a Premier League após a reformulação e modernização do futebol inglês. Os primeiros três anos foram complicados, terminando em 13º, 16º e 17º, respectivamente. Na quarta temporada na elite, em 2006-07, o clube conseguiu um nono lugar. Já em 2007-08, o time conquistou a sua melhor campanha no século, com o oitavo lugar, e conquistou a FA Cup com vitória sobre o Cardiff City na final.

Com um 2008-09 abaixo, e uma forte crise financeira que abalou o clube, em 2009-10, o Portsmouth foi rebaixado para a Championship. Em 2011-12, mais um rebaixamento, agora para a League One. Em sua primeira temporada na terceira divisão, o pior voltou para os lados do Fratton Park, e o time foi rebaixado em último lugar para a League Two. Após quatro temporadas, o clube enfim saiu do pior.

Agora, desde 2017-18 na League One, nas últimas quatro temporadas sequer brigou pelo acesso, e não será diferente em 2021-22, que não tem mais chances de subir à Championship. O Pompey busca encontrar o melhor momento de sua história.

Blackburn Rovers, tricampeão inglês longe da Premier League há anos

Após a reformulação do futebol inglês, e o início da Premier League em 1993-94, o Blackburn Rovers rapidamente se tornou umas das principais equipes inglesas na década. E, em 1994-95, alcançou a sua primeira conquista da PL, e a terceira da primeira divisão. Porém, desde 2012-13, os Blues and Whites estão longe da elite.

A década de 1990 foi extremamente vitoriosa para o clube, e não somente em questão de taças, mas em grandes nomes do futebol inglês que marcaram presença no Ewood Park, dentre eles, um dos maiores atacantes da história da PL, Alan Shearer, e, também, um treinador de certo renome mundial, Sir Kenny Dalglish, responsável por colocar a equipe no mais alto lugar da elite inglesa em 1993-94.

Os Rovers possuem ainda outras duas conquistas da primeira divisão, em 1911-12 e 1913-14, seis FA Cup, 1883-84, 1884-85, 1885-86, 1889-90, 1890-91 e 1927-28, e uma Copa da Liga em 2001-02. Todas essas conquistas só comprovam a grandeza de um dos mais importantes clubes ingleses, e também dos mais tradicionais. O Blackburn da década de 1990 também carregou a alcunha de milionário, justamente por bater de frente com o big 6 e pelos grandes nomes que estavam presentes em seu elenco.

Após o título da PL, porém, os Blues and Whites jamais ficaram em um top 4 na primeira divisão - o máximo foi o sexto lugar em 1997-98, 2002-03 e 2005-06, até a queda para a Championship em 2011-12 ocupando a penúltima colocação. E, o que era ruim, ainda piorou, em 2016-17 com uma péssima campanha, o time foi rebaixado para a League One, retornou em 2017-18 à segundona.

Desde 2018-19, a luta do Blackburn Rover tem sido pelo meio de tabela na Championship, na atual edição, em oitavo lugar até o fechamento desta matéria, possui chances remotas de uma vaga nos playoffs de acesso à PL.

Sunderland, hexacampeão inglês que virou série sobre o rebaixamento, está longe da PL desde 2016-17

Aqueles que nutrem amor pelo futebol e também por produções audiovisuais, certamente lembram da série "Sunderland 'Til I Die", lançada pela Netflix em 2018. A série conta de forma documental um pouco dos anos recentes do clube, os piores do século. Os Black Cats são hexacampeões da primeira divisão e hoje estão na League One.

O Sunderland é daquelas equipes que movimentam uma cidade toda ao seu redor, com fãs apaixonados por todos os lados, e principalmente apoiando no Stadium of Light, mesmo em seus piores momentos. Entre o final do século XIX e metade do XX, os Black Cats levaram seis taças da primeira divisão, 1891–92, 1892–93, 1894–95, 1901–02, 1912–13 e 1935–36, possuem também duas conquistas da FA Cup 1936–37 e 1972–73, só que hoje a realidade é outra.

Em grave crise financeira desde o final da década de 2010, em 2016-17 o Sunderland amargou a última posição na Premier League, sendo rebaixado à Championship. O buraco ficou ainda pior com a última posição na segunda divisão em 2017-18, que foi um filme de terror para o clube e torcida e se transformou em uma série, com as duas piores temporadas da história recente.

Desde que foi rebaixado à League One, os Black Cats jamais conseguiram colocar a sua história e o peso da camisa em campo, fato é que em duas oportunidades chegaram aos playoffs e não conseguiram o acesso. Até o fechamento da matéria, o clube ocupa a sétima posição e está brigando por uma vaga nos playoffs.

VAVEL Logo