Figueirense empata com Tubarão em jogo marcado pela chuva e mantém liderança do Catarinense
Muita chuva em Florianópolis no confronto entre Figueira e Peixe (Foto: Divulgação / Figueirense)

Debaixo de muita chuva e sobre um gramado completamente encharcado em decorrência, o líder Figueirense encarou o promissor Tubarão, que vinha em missão de subida na tabela de classificação e distanciamento da zona de baixo. Uma partida equilibrada marcou o confronto. Diante das condições e das boas atuações dos goleiros, principalmente Belliato do Tubarão, o placar de 0 a 0 foi o definitivo na noite deste domingo (4) em Florianópolis, no estádio Orlando Scarpelli.

Com a igualdade entre os times, o Figueirense mantém a liderança da classificatória com 25 pontos, seguido de perto pela Chapecoense, que soma 24. Com 13 pontos, na 6ª colocação, o Tubarão mantém uma diferença de três pontos para zona do rebaixamento. Ainda não tranquilo na competição, cada jogo segue importante demais ao Tricolor.

Na próxima quarta-feira, o adversário do Tubarão é o Concórdia, no estádio Domingos González, no Sul catarinense. Para o Figueirense, a próxima missão é fora contra o Brusque na quinta-feira. O Brusque vem de vitória, após passar pelo rival do Tubarão, o Hercílio Luz, quando triunfou por 2 a 1.

Muita chuva marca partida em Floripa

O Tubarão começou legal em Florianópolis com chances em escanteio. Aos 11 minutos, porém, o Figueirense chegou forte pela primeira vez e exigiu demais do goleiro Belliato. O arqueiro espalmou um chute de André Luis, que estava frente a frente com o crime e perdeu a oportunidade pelo Figueira.

Aos 15 minutos, o Peixe respondeu na Ilha. Jean cruzou e Guilherme Amorim cabeceou para fora. O Tricolor seguia com chances no jogo. Aos 21', Marcos Vinicius conseguiu boa jogada para servir o companheiro Batista, mas este não finalizou de dentro da pequena área, sendo a sobra melhor para a defesa alvinegra.

João Paulo teve a bola do primeiro tempo para enfrentar o goleiro Belliato, mas o goleiro tricolor salvou mais uma em excelente defesa. Eram jogados 44 minutos no Orlando Scarpelli. Sem gols na etapa inicial, a partida entre o melhor time da competição até aqui e o Tubarão foi para o intervalo.

O Figueira voltou melhor, disposto a somar mais um resultado positivo. Aos 4 minutos, Felipe Amorim entrou frente a frente ao goleiro Belliato, mas chutou para fora. Em seguida, André Luis surgiu bem na grande área para completar cruzamento e Belliato defendeu pelo Tubarão, aos 7 minutos da etapa final. Marcos Vinicius cobrou uma falta pelo Tubarão, a defesa rebateu e, na sobra, Romarinho chegou chutando para a defesa do goleiro do Figueira.

Marcos Vinicius chegava nas melhores oportunidades do Tubarão, pois é o jogador que cobra a bola parada. Em um escanteio, ele chutou para área, Jailton cabeceou e o goleiro Denis catou na defesa. Aos 23 minutos, passados os três quartos de partida, o lateral-direito Diego Renan arriscou o chute forte para marcar, mas Belliato espalmou e mandou para corner, salvando o Peixe. Romarinho saiu e entrou Assis na equipe tricolor do sul do estado.

Aos 40 minutos, Nikolas Farias entrou no lugar de Batista, modificando mais uma vez a espinha do Tubarão. Nos acréscimos da atuação, Belliato salvou o Tubarão pela última vez, provando que, apesar do campo molhado, da bola escorregadia, suas defesas passaram de modo impecável, ajudando o time a assegurar mais um ponto importante no campeonato.

VAVEL Logo