CSA abre returno contra Ceará buscando saída da zona de rebaixamento
Foto: Ronaldo Oliveira/ASCOM CSA

Na tarde deste domingo (22), CSA e Ceará fazem um embate de nordestinos pela 20ª rodada do Brasileirão. O confronto acontece no Estádio Rei Pelé, às 16h (de Brasília). O Azulão, porém, precisa quebrar um longo jejum: o time não vence o Alvinegro Cearense há 17 anos - 3 a 2 pela Copa do Brasil de 2002, em Fortaleza.

Apesar de estar 18ª posição, o Azulino só perdeu um jogo nas últimas cinco rodadas da competição - duas vitórias, dois empates e uma derrota. Um triunfo, inclusive, pode tirar a equipe alagoana do Z-4 em caso de tropeços de Fluminense e Cruzeiro (16º e 17º, respectivamente). Já o Vozão, 13º colocado, acumula cinco jogos sem vencer e necessita da vitória para continuar se distanciando da parte de baixo e se firmar na zona de classificação para a Copa Sul-Americana.

Argel projeta dificuldades contra o Ceará

Apesar do momento ruim vivido pelo Ceará, Argel Fucks prevê um jogo muito difícil contra o Vozão. O treinador azulino chegou a dizer, inclusive, que espera um jogo mais difícil do que foi contra São Paulo e Chapecoense, por exemplo.

"Cada jogo tem uma história. Essa é a grande verdade do futebol. A gente sabe da dificuldade que é o jogo e já falo de antemão: 'Esse jogo vai ser muito mais difícil do que foi contra o São Paulo e a Chapecoense'. O time do Ceará já vem jogando junto há muito tempo, já está entrosado, já tem um padrão de jogo, trocou o treinador, mas os jogadores já estão disputando o segundo ou até mesmo o terceiro Brasileiro seguido, então isso é uma vantagem que eles têm", disse Argel.

Diogo Silva espera confronto diferente do primeiro turno

A primeira rodada do Brasileirão foi excelente para os Alvinegros, afinal, a equipe aplicou uma goleada de 4 a 0 no próprio CSA. No entanto, um novo turno começa e o cenário mudou. Para esta partida, o goleiro Diogo Silva acredita que, mais importante que jogar bem, a vitória é essencial não só para voltar a subir na tabela, mas para segurar um concorrente direto na competição.

"Naquela época, a gente estava pressionado por uma vitória, vinha da perda do Estadual e precisava começar bem o campeonato, justamente contra o CSA. Dessa vez não é diferente, precisamos voltar a vencer, um jogo muito importante, difícil, estão numa crescente, mas precisamos da vitória. Vamos continuar dando sequência na preparação, não para fazer um grande jogo, mas conquistar uma vitória. Porque a gente sobe na tabela e segura um adversário, que hoje é um concorrente direto", avaliou o goleiro.

VAVEL Logo