Alexandre Faganello lamenta escape da vitória do Ceará no fim: "Sensação é a pior possível"
Foto: Ceará TV

Em ótimo jogo protagonizado por Fluminense e Ceará neste sábado (17), no Estádio Jornalista Mário Filho, o Maracanã, as equipes ficaram no empate por 2 a 2. A partida não contou com a tradicional festa das torcidas que ainda não podem adentrar nas Arenas. Os tricolores abriram o placar com o menino da base Luiz Henrique, pela primeira vez como profissional; e o Vozão virou com Charles e Vina, mas nos acréscimos o lateral Danilo Barcelos conseguiu marcar, e deixar tudo igual.

Sobre o jogo

Alexandre Faganello, que substituiu Guto Ferreira, que cumpria suspensão, não ficou satisfeito com o resultado:

"Sensação é a pior possível. A gente sabe que o jogo estava controlado, com possibilidade de ampliar o marcador. Mas no final a gente acaba tomando o empate. É uma sensação de derrota, que a gente não gosta de passar. Jogo passado contra o Corinthians nós fizemos no final. Hoje, mesmo com o empate, fazendo uma boa partida, a sensação é frustrante, porque nós sabíamos que tínhamos a possibilidade de sair com a vitória. Mas no futebol não existe merecimento, existe competência. E quando você não mata o jogo, a gente acaba pagando por isso"

Mas Faganello voltou seus pensamentos para o próximo jogo, e quer foco total para o Clássico-Rei que decide o campeão do Ceará: "Mas agora é levantar a cabeça. Temos que trabalhar porque quarta-feira temos uma final e temos que reverter essa situação para levantar o troféu de campeão"

Próximos compromissos

Com o empate, o Ceará sobe para os 19 pontos e permanece na décima primeira posição, sendo seguido de perto por Vasco, Corinthians e Botafogo — o clube ainda pode ser ultrapassado. O Vozão acumulou o terceiro jogo sem derrotas no Campeonato Brasileiro 2020. Na quarta-feira (21), o clube faz o segundo jogo das finais contra o Fortaleza, a partir das 21h30 na Arena Castelão.

VAVEL Logo