Brasil encara Argentina após vice da Copa América
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

É jogão, teste para cardíaco,  clássico ou rivalidade. Chame do que quiser: é Brasil x Argentina em campo. A partida atrasada válida pela sexta rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo 2022 vai colocar frente a frente: a melhor seleção das Eliminatórias, com 100% de aproveitamento e liderança isolada contra a atual campeã da Copa América 2021.

A seleção brasileira vai com tudo pra cima da Argentina querendo tirar o nó da garganta após o vice-campeonato da Copa América, tendo sido derrotada em pleno Maracanã. A partida deste domingo (5), será na Neo Química Arena, às 16h (de Brasília), mas o sentimento de revanche segue o mesmo.

Do outro lado, a Argentina quer fazer novamente a graça de tentar bater a seleção canarinho em seus domínios e, de quebra, se aproximar da liderança das classificatórias para a Copa do Qatar 2022.

  • Classificação e como chegam as equipes:

Revanche à parte, a seleção brasileira tem a melhor campanha disparada nas atuais Eliminatórias. Com 7 vitórias em 7 partidas, o time comandado pelo técnico Tite tem ainda o melhor ataque da competição (17 gols marcados) e a melhor defesa (apenas dois gols sofridos).

Do outro lado, a Argentina vem embalada na segunda colocação, com 15 pontos, mas não perdeu nas últimas cinco rodadas (2 vitórias e 3 empates). Os hermanos chegam ao Brasil após bater a Venezuela por 3 a 1, enquanto a Canarinho venceu o Chile, em jogo apertado, por 1 a 0.

No retrospecto, melhor para o Brasil, que venceu 43 vezes, empatou 25 e perdeu outras 39 vezes atuando contra a Argentina, em 107 jogos. 

  • Prováveis escalações:

Para seguir com boa vantagem sobre os hermanos e tentar vingar o vice da Copa América, o técnico Tite deve apostar em uma equipe ofensiva, bem parecida com aquela que enfrentou o Chile na rodada passada, com a exceção de Marquinhos, que recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso.

O provável time brasileiro deve ter: Weverton; Danilo (Daniel Alves), Éder Militão, Miranda e Alex Sandro; Casemiro, Bruno Guimarães (Gerson) e Lucas Paquetá; Neymar, Vinicius Júnior (Everton Ribeiro) e Gabigol.

Do lado argentino, Messi e Cia. estão com sede de vencer mais uma vez e devem apostar na seguinte formação: Emiliano Martínez, Molina (Montiel), Romero (Pezzella), Otamendi e Acuña; De Paul, Paredes e Lo Celso; Di Maria, Messi e Lautaro Martínez.

A Argentina não tem nenhum desfalque por suspensão, mas Otamendi jogará pendurado. Militão, Gerson, Bruno Guimarães e Neymar também estão pendurados do lado brasileiro.

VAVEL Logo