Com promessa de público recorde, Ceará se despede da Série B diante do rebaixado ABC

Mais de 50.000 ingressos já foram vendidos para a última partida do Ceará na Série B em 2017

Com promessa de público recorde, Ceará se despede da Série B diante do rebaixado ABC
Ceará
ABC
Ceará: ÉVERSON; RICHARDSON, RAFAEL PEREIRA, LUIZ OTÁVIO E RAFAEL CARIOCA (ROMÁRIO); RAUL, PEDRO KEN, RICARDINHO E LIMA; MAGNO ALVES E LEANDRO CARVALHO TÉCNICO: MARCELO CHAMUSCA
ABC: EDSON; AREZ, TONHÃO, DANRLEI E DANIEL NAZARÉ; JARDEL, ERIVELTON, BERGUINHO; DALBERTO, MATEUS E FESSIN (ADRIANO PARDAL). TÉCNICO: RANIELLE RIBEIRO
ÁRBITRO: Rodrigo Batista Raposo.
INCIDENCIAS: 38ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, realizada no Estádio Castelão, em Fortaleza.

O clima para a partida desse sábado (25) entre Ceará e ABC é de grande festa, por parte do clube cearense. Após o Alvinegro de Porangabuçu conquistar o acesso à Série A no final de semana com uma rodada de antecedência para o fim da Série B do Campeonato Brasileiro, diante do Criciúma, após empate pelo placar de 1 a 1, a torcida fez sua parte e lotará o estádio Castelão para o jogo deste sábado (25), na Arena Castelão a partir das 16h30, pelo horário local. Cerca de 50.000 ingressos já foram vendidos para a partida. 

No confronto do primeiro turno, realizado em Natal, vitória do Vozão pelo placar de 1 a 0, gol marcado por Arthur. Já revaixado para a terceira divisão em 2018, o time potiguar foi "diretamente" responsável pelo acesso do Ceará na última rodada, após vencer o Oeste, rival direto do Alvinegro cearense na luta pelo acesso, pelo placar de 2 a 0. 

Marcelo Chamusca: "Queremos encerrar a temporada de modo espetacular"

Apesar do momento de festa, o treinador Marcelo Chamusca que já havia conduzido o Salgueiro, em 2013, da Série D para a C e levado o Guarani, em 2016, da C para a B, encerrou seu ciclo de "especialista em acessos" com a qualificação do Ceará para a Série A em 2018. Em entrevista, o treinador fez um levantamento geral sobre a campanha do time em 2017:

"As opiniões ficaram um pouco dividas quando cheguei aqui (ao Ceará). Alguns torcedores que acompanhavam meus trabalhos anteriores estavam otimistas. Outros achavam que tinha um vínculo com o Fortaleza, mas eu sabia que eu só conseguiria vencer essa certa desconfiança através dos resultados e cumprindo minha meta, que era a de recolocar o clube na elite do futebol brasileiro. Na Série B nós tratamos cada jogo como se fosse uma final, pois sabíamos que precisávamos do resultado em todos os jogos. Precisávamos jogar cada jogo como se estivéssemos dentro de casa, com a força da nossa torcida. Até jogo fora, todos tinham de ser iguais. Contra o ABC é a chance de fechar nossa temporada com chave de ouro, conquistando a vitória para os torcedores que estarão no Castelão" 

O único desfalque da equipe será o suspenso lateral direito Pio, que deve ser substituído pelo versátil Richardson, que se deslocará do meio campo para cobrir a lateral direta. Sendo assim, Pedro Ken deve formar a dupla de volantes ao lado de Raul. Outro retorno esperado é do lateral esquerdo Romário, que ficou 

Ranielle Ribeiro: "Detalhes para encerrar a Série B e pensar já em 2018."

Antes da atividade da última quinta feira (23), o treinador interino, Ranielle Ribeiro, conversou com o grupo no centro do gramado e em seguida, definiu os times e comandou um coletivo tático. Ranielle paralisou as jogadas para acertar o posicionamento defensivo e ofensivo, e orientou alguns atletas em especial.

No final, alguns jogadores complementaram a movimentação com um trabalho de finalização através de chutes a gol, cobranças de falta e penalidades. O zagueiro Vinicius e o volante Anderson Pedra não treinaram e seguem entregues ao departamento Médico, em tratamento intensivo.

O time deve ir a campo sem muitas alterações em relação ao jogo diante do Oeste. A equipe já visa a preparação para o ano de 2018, onde jogará a terceira divisão, além do Campeonato Potiguar, Copa do Brasil e Copa do Nordeste.