CRB visa manter sequência positiva contra Figueirense para se aproximar do G-4

Galo não perde há quatro jogos e tenta usar fator campo para subir na tabela de classificação; Figueira busca saída da zona de rebaixamento

CRB visa manter sequência positiva contra Figueirense para se aproximar do G-4
Foto: Hugo Alves/Editoria de Arte/VAVEL Brasil
CRB
Figueirense
CRB: Edson Kolln; Marcos Martins, Flávio Boaventura, Adalberto e Diego; Yuri, Danilo Pires, Edson Ratinho e Tony (Élvis); Erick Salles e Zé Carlos. Técnico: Dado Cavalcanti.
Figueirense: Saulo; Weldinho, Marquinhos, Leandro Almeida e Julinho; Zé Antônio, Dudu Vieira, Hélder, Jorge Henrique e Robinho; Henan. Técnico: Marcelo Cabo.
ÁRBITRO: Pablo dos Santos Alves (PB), auxiliado por Márcio Freire Lopes (PB) e Tomaz Diniz de Araújo (PB)
INCIDENCIAS: Confronto a ser disputado no Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL, às 21h30 dessa terça-feira (11), em jogo válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2017.

O bom momento do CRB no Campeonato Brasileiro da Série B 2017 será mais uma vez posto à prova na noite desta terça-feira (11). O Galo encara o Figueirense às 21h30, no Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL, e tenta manter em voga a sequência positiva de resultados e a ascensão na tabela de classificação.

Depois de sofrer cinco rodadas consecutivas, os alagoanos somam quatro jogos de invencibilidade. No último jogo, empataram sem gols contra o Boa Esporte fora de casa e conseguiram um empate por causa das defesas do goleiro Edson Kölln. Os alvirrubros ocupam o nono lugar, com 17 pontos ganhos.

Por outro lado, a situação do Figueirense é bastante complicada. Na 17ª posição com 12 pontos somados, o time catarinense foi derrotado em casa pelo Ceará por 2 a 0 e não conseguiu sair da zona de rebaixamento. Longe de seus domínios, o Figueira tenta recuperar os pontos perdidos na rodada anterior para deixar a degola.

As equipes se enfrentaram apenas uma vez na história. No Campeonato Brasileiro de 1972, o único duelo ocorreu no Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, com vitória dos donos da casa por 1 a 0.

Aproximar-se ainda mais do G-4

O CRB passou por um momento de total queda após ser derrotado em cinco jogos seguidos. Depois da troca no comando técnico, o time conseguiu a recuperação e deixou a parte de baixo da tabela. Mesmo com o empate fora de casa e a perda de três posições, os alvirrubros estão três pontos distante do G-4. Ainda que não consiga entrar no seleto grupo, a meta é vencer para ficar cada vez mais próximo.

O elenco fez apenas um treinamento para o jogo. O técnico Dado Cavalcanti não poderá contar com o meia Chico, um dos principais jogadores do time e presente em todos as rodadas da Série B, por causa de suspensão. Tony, Élvis e Rodolfo brigam pela vaga, com tendência ao primeiro ser escalado como titular. Por outro lado, o atacante Mailson se recuperou de lesão muscular na coxa direita e voltou a ser relacionado.

O lateral-esquerdo Diego destacou a recuperação física proporcionada pela estrutura do clube para aumentar as chances de atuar bem diante do Figueirense, mesmo depois de um curto período de descanso. "Além de possuir grandes times, a Série B tem esse calendário que faz você atuar, em muitos momentos, três vezes em uma semana. Temos a sorte de contar com um centro de treinamento e uma comissão técnica de muita qualidade, o que nos dá todas as condições de enfrentar essa maratona de jogos", disse o jogador.

Sair da degola o quanto antes

Enquanto o CRB vive um período de recuperação, o Figueirense está em um momento oposto. O time tinha a oportunidade de deixar a zona de rebaixamento no último fim de semana, mas foi derrotado em casa pelo Ceará e permaneceu na degola. A pressão aumentou e o time precisa buscar pontos longe de casa para recuperar o que foi perdido diante de sua torcida.

A equipe catarinense realizou um treino leve em Maceió, no Centro de Treinamento Gustavo Paiva, do CSA, como preparação para o confronto contra o CRB. O zagueiro Bruno Alves desfalca a equipe por cumprimento de suspensão automática depois de receber o terceiro cartão amarelo. O meia Marco Antônio ainda não foi liberado pelo departamento médico após sofrer uma lesão na panturrilha. Quem também não foi relacionado foi o goleiro Thiago Rodrigues. Depois de falhar no segundo gol do Ceará e ser bastante criticado pela torcida, o técnico Marcelo Cabo deve usar Saulo, recém-contratado, na meta do Figueira.


Share on Facebook