Figueirense derrota Joinville e se isola na liderança do Campeonato Catarinense

Com gol do atacante Jorge Henrique, Furacão venceu a partida no Orlando Scarpelli e voltou a primeira posição da tabela

Figueirense derrota Joinville e se isola na liderança do Campeonato Catarinense
Foto: Divulgação/Figueirense FC
Figueirense
1 0
Joinville
Figueirense: Denis; Raul, Cleberson, Henrique Trevisan e Diego Renan; Zé Antônio, Betinho, Gustavo Ferrareis e João Paulo (Jorge Henrique); Maikon Leite e Henan (André Luís). Técnico: Milton Cruz.
Joinville: Matheus; Dick, Evaldo, Lazio e Alex Ruan; Michel Schmöller, Eduardo Person e Murilo Rangel (Marcos Paraná); Thiago Alagoano, Elias (Madson) e Marlyson (Jean Felipe). Técnico: Rogério Zimmermann.
Placar: 1-0, Jorge Henrique
ÁRBITRO: Héber Roberto Lopes auxiliado por Thiago Labes e Alexandre Lodetti.
INCIDENCIAS: Partida válida pela sexta rodada do Campeonato Catarinense, realizada no Estádio Orlando Scarpelli.

O Figueirense recebeu o Joinville na tarde deste domingo (4) no Estádio Orlando Scarpelli. Em partida válida pela sexta rodada do Campeonato Catarinense, Jorge Henrique marcou, garantindo a vitória do Furacão, que voltou a liderança da competição.

O Furacão chegou aos 13 pontos no campeonato, deixando a Chapecoense, que perdeu na rodada, para trás e assumindo a liderança isolada. A equipe de Milton Cruz continuou com 100% de aproveitamento em casa, mas na próxima quarta-feira (7), enfrenta o Inter de Lages, fora de casa, às 20h30.

Já o Joinville caiu para a sétima colocação na tabela de classificação do campeonato, com seis pontos ganhos. Também na próxima quarta-feira (7), o time recebe o Hercílio Luz, na Arena Joinville, às 20h30.

Equipes fazem primeiro tempo equilibrado, mas sem gols

A saída de bola foi do Figueirense, que chegou a colocar a bola na área do JEC, mas quem começou levando perigo foram os visitantes. Aos dois minutos de jogo, Thiago Alagoano conseguiu bom cruzamento pela direita, mas o zagueiro Cleberson apareceu para cortar.

Os primeiros instantes de partida no estádio Orlando Scarpelli foram equilibrados. Aos seis minutos de bola rolando, foi a vez do time da casa levar perigo com Maikon Leite. O atacante driblou os marcadores e finalizou de canhota, para defesa do goleiro Matheus.

Chegados os 15, era o Furacão que tinha maior posse de bola, enquanto o Joinville esperava para sair no contra-ataque. Buscando partir para o ataque, Ferrareis procurou Maikon Leite, que foi derrubado, ganhando falta para o Figueirense. João Paulo foi para a cobrança, mandando perigo ao gol do JEC.

Com a partida voltando a ser equilibrada, o Figueira continuou chegando ao ataque, já o JEC passou a gostar do jogo, segurando a bola quando tinha posse, buscando também atacar. Aos 36, Thiago Alagoano dominou e soltou o pé, mandando à direita do gol de Denis. Em seguida, foi a vez de Alex Ruan levar perigo. Ele finalizou forte de esquerda, mandando para fora, mas perto do gol.

Nos minutos finais do primeiro tempo o Figueira resolveu responder o perigo. Hernan invadiu a área e driblou o goleiro Matheus, mas Lazio apareceu para evitar o gol do time da casa. Sem a rede balançar, o placar ficou em 0 a 0.

Com gol de Jorge Henrique, Figueira garante vitória

A segunda etapa começou com o Figueirense com maior domínio, chegando na área de ataque pelos lados do campo. A defesa do Joinville, por sua vez, estava atenta para cortar as bolas que chegavam em sua área.

Chegados os 15, a partida não era boa no Orlando Scarpelli. As equipes tinham poucas oportunidades e erravam bastante. O JEC teve chance em cobrança de falta, mas Schmöller pegou muito mal na bola.

O Furacão passou a pressionar os visitantes, procurando oportunidades de abrir o placar. Uma das melhores chances da equipe foi aos 27, em cobrança de falta. Zé Antônio foi para a bola, mas o goleiro Matheus apareceu para fazer a defesa.

Com maior presença no ataque, o Figueira balançou as redes aos 38. Raul sofreu falta e na cobrança Maikon Leite mandou na área, para que o atacante Jorge Henrique aparecesse livre, mandando de cabeça para o fundo gol.

Atrás no placar, o Joinville foi para cima dos donos da casa para tentar o empate. Marcos Paraná mandou a bola na área do Furacão, mas a arbitragem marcou falta no goleiro Denis. Apesar de colocar mais uma vez a bola na área, novamente a equipe de Rogério Zimmermann fez falta de ataque e não conseguiu alcançar o empate, ficando atrás no placar. A partida acabou com vitória do Figueirense por 1 a 0.