Após julgamento, Cleber está livre para defender a Ponte
Cleber poderia voltar no domingo, contra o Bragantino, mas deve ser poupado pelo técnico Guto Ferreira

A Ponte Preta e o zagueiro Cleber tiveram motivos para comemorar na noite da segunda-feira (15). O zagueiro, que foi expulso durante a partida contra o Palmeiras no Moisés foi julgado pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) da Federação Paulista, sendo citado no artigo 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) por agressão e poderia pegar de quatro a 12 partidas de suspensão. 

Porém, no julgamento dessa segunda-feira o advogado Marcelo Góes, conseguiu que a punição do jogador seja menor. Cleber, então foi citado no artigo 250 e poderia ficar de um a três jogos fora do time e pegou pena mínima, que já foi cumprida na vitória sobre o Mirassol. 

Para a defesa do jogador, a Ponte Preta utilizou imagens do lance entre Cleber e Ronny, aos 42 minutos do segundo tempo, em que o palmeirense acaba atingido na barriga pela cabeça do pontepretano. O zagueiro então foi avaliado por “impedir chances de gols” e por “empurrar acintosamente o adversário”. 

Cleber poderia voltar a jogar já no próximo domingo (21), contra o Bragantino, porém como está pendurado com dois cartões amarelos deve ser poupado pelo técnico Guto Ferreira, e deve voltar a campo na próxima fase do Paulistão. 

VAVEL Logo