Ameaçado pelo Z-4, Vitória desafia rival Bahia no último Ba-Vi do ano
Foto: Divulgação/EC Vitória

Ameaçado pelo Z-4, Vitória desafia rival Bahia no último Ba-Vi do ano

No sufoco, Rubro-Negro tentará deixar a zona do rebaixamento e voltar a vencer depois de três jogos; tranquilo, Tricolor visa entrar na parte superior da tabela

wesley-silva
Wesley Silvali

Este domingo (11) vai ser especial para o torcedor baiano. Será dia de Ba-Vi, o último do ano, em uma temporada em que as polêmicas foram acumulativas e a rivalidade entre Vitória e Bahia esteve mais aflorada do que nunca. Os rivais voltam a se encontrar dessa vez pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Barradão, às 17h, horário de Brasília. 

O jogo também é marcado pela situação oposta dos dois times. Pressionado, o Vitória entrará em campo com 34 pontos e sem vencer a três jogos, o que o deixa até o momento estacionado na zona do rebaixamento. Enquanto o Bahia, com 40 pontos e bem mais folgado na tabela, visa entrar no grupo dos dez primeiros e até buscar uma aproximação do G-6. Dependendo do que acontecer em outros jogos, caso vença seu grande rival, o tricolor de aço pode ficar a três pontos do grupo que jogará a Libertadores de 2019.

Apesar dos extremos apontarem para uma diferença entre as duas equipes no atual momento, o discurso da semana de Bahia e Vitória foram de pregar respeito mútuo ao adversário, pondo água fria no clima de polêmicas seguidas que foram presentes no primeiro semestre do ano.

Com Carpergiani demitido depois do empate para o lanterna Paraná domingo passado, o leão da barra visa o efeito do "fator novo" com o interino João Burse, técnico do sub-23 que ficará frente ao elenco de cima até o final do Brasileiro. O novo comandante já começou com dor de cabeça para armar o time. Titulares absolutos, o zagueiro Aderlan e o atacante Rhayner estão suspensos e ficarão de fora. Apesar de admitir já ter os substitutos definidos em mente, Burse escondeu o jogo e não deu pistas sobre qual será a escalação que entrará em campo.

Do outro lado, Enderson Moreira também não divulgou a escalação. Mas o time do Bahia não deverá ser muito diferente do mesmo que entrou em campo na vitória de 1 a 0 contra a Chapecoense. A maior dúvida fica por conta do centroavante Gilberto, que ficou de fora nas últimas duas rodadas. Porém, o artilheiro do time no Brasileirão  foi visto treinando normalmente nos últimos dois dias da preparação do tricolor para o clássico. Restará a questão se iniciará a partida de volta ao time titular ou se Edgar Junio será mantido.

VAVEL Logo