Pintado lamenta ansiedade em empate com o Criciúma: "Não conseguimos ter equilíbrio"
(Foto: Patrick Floriani/FFC)

A tarde foi com um grande público no Orlando Scarpelli. 15.159 pessoas assistiram ao empate do Figueirense contra o rival Criciúma em 2 a 2, na tarde deste sábado (26). Com o resultado, a equipe deixou a chance de sair do rebaixamento escapar e continua na 17ª colocação, com 32 pontos.

Conforme relatou o técnico Pintado, em entrevista coletiva após a partida, a ansiedade para vencer pode ter atrapalhado a equipe a sair com os três pontos.

"Nós temos uma defesa bem sólida e consistente. Hoje, pela ânsia de vencer e a vontade de dar uma alegria para esta torcida, no final a gente acabou se desequilibrando. Tivemos que refrescar a equipe, perdemos um pouco na bola área, mas, de qualquer maneira, essa equipe mostrou que tem força e que vai reagir no campeonato", afirmou.

O comandante do time frisou que traçou estratégias durante a semana, mas que a falta de equilíbrio atrapalhou e não deixou a equipe manter o desempenho nos 90 minutos.

"Temos uma base muita boa da equipe. Tentamos construir durante a semana treinamentos com essa posse de bola e com um passe mais curto. Não conseguimos ter equilíbrio no jogo inteiro para terminar com a vitória", disse.

Por fim, Pintado ponderou que os pontos desperdiçados no início da competição fazem falta para a colocação do Furacão do Estreito. Contudo, ele reforça que é necessário pensar no próximo compromisso para sair da atual situação.

"Não são os pontos de agora que fazem tanta falta. Estamos há um tempo sem somar ponto e, agora, são partidas de recuperação. A equipe já mostrou força, vamos tentar melhorar outros aspectos nessa semana de trabalho. Este grupo está muito determinado. Todos estão chateados com o empate. O campeonato não termina hoje e vamos lutar até o final e eu tenho certeza que vamos sorrir no fim", finalizou.

VAVEL Logo