Denílson relembra histórias da Seleção nas Copas de 1998 e 2002
Denílson protagonizou lance épico na Copa do Mundo 2002 (Foto: Divulgação/CBF)

Jogar a Copa do Mundo é um sonho para qualquer atleta. Duas, então, é para poucos. Consagrar-se vencedor de uma edição é a realização de qualquer jogador. Revelado nas categorias de base do São Paulo, Denílson está neste seletíssimo grupo.

Em live no canal "Arnaldo e Tironi", mantido pelos jornalistas Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi no Youtube, ele contou histórias das duas competições.

Para o atacante, ele poderia jogar muito mais no certame. "Em 1998, eu estava no meu melhor momento em todos os sentidos. Acho que dava pra ser titular. Entrei em todos os jogos, e sempre mudei a dinâmica da partida. Até por uma questão de hierarquia, o Bebeto vinha grande, tinha sido tetra. Também poderia jogar no lugar do Leonardo. Dava pra jogar eu, Ronaldo Fenômeno e Rivaldo", declarou.

Em 2002, a situação era diferente. A seleção, que sagrou-se pentacampeã mundial, estava em um nível muito melhor. "Eu olhava e via que a gente tinha um puta time. Lá, eu queria entrar e manter o nível de jogo", finalizou.

VAVEL Logo