Brigatti reclama de passes errados e da arbitragem após derrota da Ponte Preta na estreia da Série B
Foto: Álvaro Jr/PontePress

A estreia da Ponte Preta na Série B 2020 não foi das mais felizes. Jogando no Osvaldo Teixeira Duarte, popularmente conhecido como Canindé, a Macaca foi vencida pelo América-MG por 1 a 0, neste sábado (8). João Brigatti, técnico do clube campineiro, falou sobre a derrota e aproveitou para criticar a arbitragem.

De acordo com Brigatti, o gol do América-MG, nascido por conta de uma penalidade máxima que não existiu - a bola bateu no peito de Apodi e o árbitro marcou pênalti. João Paulo aproveitou o rebote e marcou. "A meu ver não foi o pênalti, e isso foi crucial no primeiro tempo. Isso acabou atrapalhando também", criticou o técnico.

Uma deficiência técnica também foi identificada pelo treinador: a quantidade de passes errados.

"O que aconteceu é que o América-MG começou a subir um pouco mais a marcação e nós pecamos demais, principalmente nos passes. Passes muito errados, que acabaram complicando pra gente um pouquinho. Mas a gente sabia também das mudanças que nós fizemos, fizemos dois treinos essa semana, que a gente poderia sofrer nesse quesito. Eu não esperava tanto erro de passe como aconteceu", destacou.

Elogios

Não só de crítica foi feita a coletiva de imprensa de João Brigatti. Ele elogiou, sobretudo, a presença ofensiva. "Nós começamos até bem a partida, criando algumas situações. Até uma cabeçada do Dawhan na bola de escanteio, se tivesse entrado, logicamente que muda o rumo da partida. Tem dia que a gente tem que entender que a bola não entra. Mas está de parabéns a nossa equipe pelo volume, pelo espírito dedicado dentro de campo. Os atletas que estrearam era normal (que sentissem a falta de entrosamento), até devido ao pouco tempo de treinamento com eles, um campo totalmente diferente também, (contra) uma equipe adversária muito forte, que vem treinando há mais de três meses junta, disputou o Campeonato Mineiro", finalizou.

A Ponte tem chance de se recuperar já na terça-feira (11), quando visita o Brasil de Pelotas, às 19h15.

VAVEL Logo