Seleção
Brasileira Feminina repete ótima exibição diante do Equador e aplica nova
goleada
Foto: Mariana Sá/CBF

Se no último jogo diante do Equador a Seleção Brasileira venceu por 6 a 0, nesta terça-feira (1º), em novo confronto amistoso, as brasileiras venceram por 8 a 0, em jogo realizado no Morumbi. Os gols foram marcados por Debinha, Luana, Andressa Alves (duas vezes), Rafaelle (duas vezes), Júlia Bianchi e Érika.

Distribuição tática

A treinadora Pia Sundhage novamente usou o 4-4-2 para escalar a equipe brasileira: Bárbara no gol, Érika e Rafaelle na defesa, Bruna e Jucinara nas laterais. No meio, Ana Vitória, Luana, Formiga e Andressa. No comando do ataque, Debinha e Ludmila.

A treinadora brasileira Emily Lima, por sua vez, continuou com o 4-1-4-1 para escalar o Equador: Morán no gol, Fajardo e Polo na defesa, Real e Pachito nas laterais. No meio, Gracia auxiliou na marcação, enquanto Riera, Estrella, Lattanzio e Charcopa ficaram responsáveis pela ligação ao ataque com Baquerizo.

Com Brasil dominante do início ao fim, equatorianas não mostram a que vieram

Assim como no jogo anterior, o Brasil novamente foi absoluto durante os 90 minutos e não deixou o adversário respirar, a ponto de não tirar o pé do acelerador. Somente na primeira etapa, as brasileiras marcaram seis gols: aos dois minutos com Debinha, aos 16 com Luana, aos 18 e 45 com Andressa Alves e aos 21 e 42 com Rafaelle.

Na segunda etapa, para dar números finais ao confronto, a Seleção Brasileira Feminina ampliou com Julia Bianchi aos 71 e Érika aos 80. Em jogo de ataque contra defesa, as equatorianas sofreram com pressão e marcação alta das mandantes, além de não levar perigo às goleiras Bárbara e Lelê (que entrou no decorrer da partida).

Ao todo, o Brasil registrou 37 finalizações, sendo 19 chutes no alvo, 60% de posse de bola, 469 passes (84% de precisão), além de 14 escanteios a favor. O Equador, enquanto isso, teve quantidade considerável de posse de bola, com 40%, e 336 passes (73% de precisão), mas sem acertar o gol.

VAVEL Logo