Flamengo e Athletico se enfrentaram nesta quarta-feira (13), em partida válida pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida aconteceu em Cariacica-ES, no estádio Kléber Andrade por conta do fechamento do Maracanã para tratamento do gramado. O Furacão venceu por 3 a 0 e se colocou de vez na disputa pelo G4 do campeonato.

Primeiro tempo

O primeiro tempo começou com pressão do Rubro-Negro em cima do Furacão. Logo aos dois minutos, Gabigol finalizou de direita e perdeu boa chance dentro da área, parando em Léo Linck. Depois de uma pressão inicial, o Athletico levou perigo em vacilos do Flamengo no campo de defesa. Primeiro, Matheus Cunha falhou, e Vitor Buenoparou na zaga rubro-negra.

David Luiz falhou sem seguida, e Cuello desperdiçou chance. O gol do Athletico veio após uma jogada de escanteio curto. Vitor Bueno finalizou, a bola desviou em Pedro, no meio do caminho, e dificultou a defesa de Matheus Cunha. Cacá fez no rebote. Flamengo errou muito na defesa, e Athletico criou as melhores chances.

Etapa final

Os times voltaram com a mesma postura que terminaram a etapa inicial, e o jogo esteve morno até os 20 minutos do segundo tempo, até que Gabigol acerta uma braçada em Cuello e é expulso com auxílio do VAR. A partir desse momento, o Furacão tomou conta da partida e teve as melhores chances. Aos 29, Pablo quase ampliou o placar de cabeça, mas pecou na precisão e mandou por cima do goleiro Rubro-Negro.

O Athletico continuava insistindo e chegou ao seu segundo gol aos 37. Willian Bigode tentou passe em Pablo, Léo Pereira cortou, mas Alex Santana finalizou de primeira, e mandou no canto do goleiro Matheus Cunha. O time visitante ainda teve tempo para fazer o terceiro gol aos 51 minutos, de pênalti, com Vitor Bueno, fechando o placar em 3 a 0 para o Athletico.

Agenda

O Flamengo volta a campo no próximo domingo (17), às 16h, contra o São Paulo, em partida que abre a final da Copa do Brasil. Já o Athletico voltará a campo somente na próxima quinta-feira (21), pelo Brasileirão, para o clássico contra o Coritiba.