Tupi bate Ceará de virada com gol no fim e deixa lanterna da Série B

Alvinegro de Porangabuçu abre placar no início do jogo, mas permite maior posse de bola do Galo Carijó, que consegue virada na reta final

Tupi bate Ceará de virada com gol no fim e deixa lanterna da Série B
Marcos Serrato bate colocado e marca o gol da vitória do Tupi (Foto: Felipe Couri/Tupi FC)
Tupi
2 1
Ceará
Tupi: Rafael Santos; Douglas (Thiago Silvy, min. 68), Rodolfo Mol, Gabriel Santos e Bruno Costa; Renan Teixeira, Rafael Jataí, Marcos Serrato, Gabriel Sacilotto (Thiago Espíndula, min. 83) e Jonathan; Rubens (Vinícius Kiss, min. 67). Técnico: Estevam Soares.
Ceará: Éverson; Eduardo, Valdo, Sandro e Thallyson; João Marcos, Richardson, Felipe e Wescley (Serginho, min. 60); Rafael Costa (William Henrique, min. 69) e Bill. Técnico: Sérgio Soares.
Placar: 0-1, min. 09, Wescley. 1-1, min. 27, Rodolfo Mol. 2-1, min. 86, Marcos Serrato.
ÁRBITRO: Pablo dos Santos Alves (PB), auxiliado por Luís Filipe Gonçalves Corrêa (PB) e Márcio Freire Lopes (PB) | Cartões amarelos: Valdo (CEA, min. 49) e Marcos Serrato (TUP, min. 87)
INCIDENCIAS: Jogo realizado no Estádio Mário Helênio, o Municipal de Juiz de Fora, na noite desta sexta-feira (08), pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2016.

Um duelo que poderia ser apontado facilmente um favorito antes da bola rolar. De um lado, o Tupi, afundado na lanterna, media forças em casa contra um embalado Ceará, pronto para assumir a liderança, ainda que de forma temporária. Mas a ausência de lógica no futebol permite que resultados aparentemente inesperados aconteçam. E aconteceu exatamente isso na noite desta sexta-feira (08).

Em jogo realizado no Estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora/MG, válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2016, o Tupi venceu o Ceará por 2 a 1, de virada. Wescley abriu o marcador para a equipe cearense no começo do jogo, mas Rodolfo Mol e Marcos Serrato (nos últimos minutos) garantiram o importante triunfo dos mineiros.

Com o resultado, o Tupi deixou a lanterna da Série B. O Galo Carijó soma 12 pontos ao conquistar a sua segunda vitória na competição nacional e ocupa momentaneamente a 17ª colocação. Por outro lado, o Alvinegro de Porangabuçu perdeu excelente chance de liderar a tabela, ainda que de forma temporária, e permanece no terceiro lugar, com 27 pontos ganhos.

A próxima rodada será realizada no decorrer da semana que vem. O Tupi mede forças contra o CRB às 21 horas da quinta-feira (14), no Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL. Por outro lado, o Ceará tenta a reabilitação diante do Criciúma às 16 horas do sábado (16), na Arena Castelão, em Fortaleza/CE.

Ceará começa melhor e abre placar, mas Tupi busca empate

Em melhor momento na tabela de classificação, o Ceará aproveitou a fragilidade do time mineiro para pressionar nos primeiros minutos, atacar e levar perigo ao gol do time da casa. O Tupi tentava chegar, mas não tinha sucesso. Quando os cearenses chegaram de forma efetiva, foram eficientes. Aos nove minutos, Richardson aproveitou sobra de bola na entrada da área e tocou para Wescley. O meia entrou na área e avançou com liberdade para encobrir o goleiro Rafael Santos e abrir o marcador em Juiz de Fora.

Em desvantagem no marcador, o Tupi trocou passes, mas encontrou dificuldades para encontrar espaços na defesa do Ceará. Com a vitória parcial, o Alvinegro de Porangabuçu tinha controle da partida. Aos 21 minutos, Felipe passou como quis pelo meio da defesa mineira, entrou na área, mas foi travado na hora do chute. Dois minutos depois, Wescley avançou em velocidade e lançou para Rafael Costa. O atacante tocou para Bill, mas o também jogador do ataque teve dificuldade na hora de finalizar, mas foi desarmado na hora do chute.

O Tupi voltou ao ataque depois de um longo tempo e conseguiu igualar o marcador. Aos 27, Marcos Serrato deu excelente lançamento para Rubens na área, mas o atacante se atrapalhou e a defesa colocou para escanteio. Após a cobrança e novo afastamento parcial da defesa do Ceará, Gabriel Sacilotto pegou a sobra e chutou. O zagueiro Rodolfo Mol dominou e chutou rasteiro no canto de Éverson para empatar o jogo.

O gol da igualdade animou os donos da casa, e o clube conseguiu virar o marcador. Aos 30, depois de nova cobrança de escanteio e rebote dado pela marcação adversária, o Tupi jogou a bola mais uma vez dentro da área. Gabriel Santos divide com Éverson no alto e o goleiro afasta de soco. Jonathan chutou para o fundo do gol, mas a arbitragem anulou o lance ao alegar falta no arqueiro do Vozão.

Até o fim do primeiro tempo, as duas equipes alternaram finalizações, mas as defesas conseguiam anular os ataques dos atletas. Quando isso não acontecia, os arqueiros eram acionados e fizeram tranquilas defesas.

Equipes se movimentam na reta final e Tupi garante virada no fim

O segundo tempo começou completamente diferente do que aconteceu nos primeiros 45 minutos. Enquanto os times buscaram o gol e criaram boas chances, as jogadas ofensivas foram raras. Os times erravam muitos passes, não conseguiam passar pela marcação, e ficou difícil. Os lances de real perigo vieram a acontecer apenas na parte final do jogo, após as modificações promovidas pelos treinadores das duas equipes.

Aos 29 minutos, Gabriel Santos recuou perigosamente por cima e o goleiro Rafael Santos deu um tapa para escanteio e evitou gol contra. A resposta veio na jogada seguinte. Thiago Silvy inverteu para Vinícius Kiss. O meia passou pela marcação e chutou forte de bola da área. A bola passou ao lado do gol defendido por Éverson.

O Tupi tinha mais volume de jogo, mas encontrou a velha dificuldade para criar chances claras de gol. O Ceará respondeu aos 32 minutos. Thallyson avançou até a linha de fundo e cruzou rasteiro para Bill na pequena área, mas atacante não conseguiu chegar a tempo de completar para as redes. Aos 36, Serginho limpou a marcação de Renan e bateu com perigo.

Embora levasse mais perigo, o Tupi conseguiu virar o jogo e fazer valer o mando de campo. Aos 41 minutos do segundo tempo, em contra-ataque iniciado após jogada de escanteio, Thiago Silvy recebeu na meia-lua e ajeitou para Marcos Serrato. O meio-campo acertou um lindo chute no ângulo de Éverson para dar importante vitória aos donos da casa. O Ceará tentou até os últimos instantes. Aos 48 minutos, Felipe chutou e Rafael Santos fez espetacular defesa à queima-roupa para garantir a segunda vitória do Tupi em 15 jogos do Brasileiro.