Luxemburgo admite atuação ruim do Sport mesmo garantindo vaga: "Nosso time não jogou"

Comandante lamenta postura abaixo do esperado do Leão na derrota para Arsenal-ARG, mesmo avançando na Sul-Americana

Luxemburgo admite atuação ruim do Sport mesmo garantindo vaga: "Nosso time não jogou"
Treinador rubro-negro, por outro lado, rebate críticas de adversário (Foto: Gabriel Rossi/LatinContent/Getty Images)

A noite desta quinta-feira (27) não foi tão positiva para o Sport dentro de campo. Mesmo com derrota para o Arsenal-ARG por 2 a 1, o Leão avançou às oitavas de final da Copa Sul-Americana 2017, repetindo o retrospecto de 2013 e 2015. Em Sarandí, os mandantes se impuseram, mas acabaram cedendo o gol para André nos minutos finais.

Nem a classificação assegurada, longe de casa, foi motivo de festa para Vanderlei Luxemburgo. O comandante rubro-negro criticou a postura apresentada pelo time, pois esperou o adversário reverter a vantagem para então esboçar uma reação, com Luxemburgo classificando o jogo abaixo do esperado.

"Nosso time não jogou, mas saio de campo contente pela classificação e irritado com essa atitude. Nem parecia que estávamos jogando uma classificação, pois facilitamos ao Arsenal. Fomos frios, sem inspiração e sem transpiração. Dei bronca forte no intervalo, todavia reprovei o que vi hoje. Foi uma atuação irreconhecível", afirmou Vanderlei, que cita os argentinos como merecedores de ir à próxima fase e não a sua equipe, lamentando a falta de motivação.

André marcou gol que garantiu o Sport nas oitavas (Foto: Gabriel Rossi/LatinContent/Getty Images)
André marcou gol que garantiu o Sport nas oitavas da Sula (Foto: Gabriel Rossi/LatinContent/Getty Images)

"Se tivesse que passar uma equipe, tinha que passar o Arsenal. Nós só passamos pela vantagem de dois gols que obtivemos lá em Recife, mas um jogo como esse, por si só, é motivador aos atletas o suficiente. Se o jogador não jogar motivado, você fica. Eu trabalho a parte emocional e eles têm que identificar o jogo”, complementou.

O técnico leonino, inclusive, aproveitou para dar uma alfinetada no seu rival. Em coletiva nessa quarta-feira (26), véspera da partida, Humberto Grondona - treinador do Arse - falou mal sobre o sistema defensivo do clube pernambucano - que agora enfrenta a Ponte Preta - e teve uma resposta à altura.

"Tem que ter mais respeito conosco, com os jogadores, com o futebol. Tem que ter respeito, pois é uma lástima o treinador falar o que falou. Não leva a lugar nenhum e não podemos fazer do futebol uma guerra. Pelo visto, a dele é pior que a nossa, já que eu passei e eles caíram fora da competição. Só isto que tenho a hablar", encerrou abusando de um "portunhol".


Share on Facebook