Com a Ilha do Retiro vazia, Sport derrota CSA na Copa do Nordeste

Sem a presença dos torcedores - bem mais valioso do futebol -, Sport e CSA se enfrentaram na Ilha do Retiro, em jogo válido pela partida de ida das quartas-de-finais da Copa do Nordeste 2014. A ausência da torcida aconteceu devido a uma punição do STJD imposta ao Sport, após a confusão das torcidas na partida contra o Botafogo-PB, pela primeira rodada do Nordestão.

O time da casa esteve melhor em campo e conseguiu levar vantagem para a partida de ida. Foi a quarta vitória do técnico Eduardo Baptista, recém-ativado no cargo, e o quarto jogo seguido sem sofrer gols. O tira-teima acontece no próximo dia 26, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, valendo vaga nas oitavas do torneio regional. 

Neto Baiano marca no primeiro tempo e se isola na artilharia

Com a bola rolando, o jogo começou morno, sem oportunidades agudas para ambas as equipes. Tanto que, a primeira chance clara, só veio acontecer aos 22 minutos. Renê cruzou para a área, na cabeça de Ewerton Páscoa, que finalizou, e a bola saiu muito perto do alvo. 

Mesmo sem criar muito, o Sport inaugurou o placar. Aos 29 minutos, Neto Baiano recebeu passe de Renê e completou para as redes. Foi o quinto gol atacante em quatro jogos, disparando da artilharia da competição. Com o gol, o time leonino se empolgou e a passou a agredir mais. Aos 37, Aílton bateu falta com muita qualidade e categoria para o goleiro Pantera efetuar grande defesa, colocando a pelota para esquinado. 

A jogada foi o último lance de destaque do primeiro tempo, reservando boas emoções para a etapa final, afinal, os times procurariam o gol. O Sport para ampliar e o CSA para empatar a partida. 

Leão amplia vantagem na segunda etapa

No segundo tempo, o ritmo começou lento, a exemplo da etapa inicial. A primeira oportunidade surgiu aos 13 minutos da segunda etapa. com o Sport assustando. Após uma boa jogada de Felipe Azevedo, a bola sobrou para Ewerton Páscoa. Aos 20, de bola parada, a equipe rubro negra fez o segundo. O zagueiro Ferrón aproveitou o escanteio cobrado de Renê e venceu o goleiro Pantera, marcando seu primeiro gol no Nordestão. 

Aos 24 minutos da etapa final, Felipe Azevedo chutou com muita potência, assustando o arqueiro do Azulão. O CSA teve um pênalti claro a seu favor aos 34 do segundo tempo, porém, o árbitro sergipano mandou o seguir o lance. O time da casa veio com a resposta aos 36, em um chute perigoso de Felipe Azevedo.

Nos últimos minutos, o Azulão alagoano ainda tentou diminuir a vantagem do Leão, mas não teve sucesso. O Sport trocou passes pacientemente aguardando o apito final do juiz. A vitória por 2 a 0 na Ilha do Retiro, literalmente vazia, colocou o Sport em vantagem nas quartas de final.
 

VAVEL Logo