Com gol solitário, América-MG vence o Paraná no Independência
Foto: Divulgação/América/MG

Depois de quase dois meses sem o Campeonato Brasileiro da Série B, América-MG e Paraná voltaram a rolar a bola pela competição. No Estádio Independência, o Coelho sofreu bastante, mas venceu os paranistas por 1 a 0, gol de Vitor Hugo, no final da partida.

O America-MG carecia de uma vitória para se segurar entre os quatro primeiros colocados, além de driblar um momento crítico nas rodadas antes da parada para a Copa do Mundo. O Coelho perdeu as três últimas partidas e nada mais importante do que vencer em casa para retomar a boa campanha. 

Por outro lado, o Paraná, carinhosamente chamado de Paranito por seus torcedores, vive uma fase complicada na Série B, ocupando apenas a 17ª colocação, com 10 pontos. Para piorar  a má fase entre as quatro linhas, o clube paranista passa por grave crise financeira. O plantel não recebe salários há quase dois meses.

Agora, o América-MG volta a jogar dentro de casa na próxima sexta-feira (18), às 19h30, diante do Oeste. Já o Paraná enfrenta a Portuguesa, também na sexta-feira (18), às 19h30, no Canindé.

Sem gols e sem boas atuações

No primeiro tempo, o América-MG apostou em um meio-campo recheado de jogadores, principalmente explorando a velocidade de Willians, com auxílio dos laterais Pablo e Gilson, e a experiência de Mancini na criação. Por sua vez, o Paraná reforçou a marcação para dar liberdade ao também veterano Lúcio Flávio, sem esquecer da agilidade de Tiago Alves.

De início, o América-MG tentou apostar em lançamentos longos explorando a velocidade de seus jogadores, mas pecava no último passe, faltando maior categoria na construção de jogadas. O Paraná se aproveitava dos erros ofensivos do Coelho e tentava contra-atacar, também sem resultados positivos.

Na segunda metade da etapa inicial, o America-MG se achou dentro de campo e passou a se movimentar mais, principalmente com as decidas mais agudas dos laterais Pablo e Gilson. Com a rápidez do Coelho, o Paraná se preservou mais para levar o empate para o intervalo.

América balança as redes no fim

O técnico Moacir Junior preferiu ficar com a formação que iniciou a partida, e o Paraná também, fazendo com que o jogo seguisse sem criatividade e sem empolgar nenhum torcedor. A primeira mexida foi a saída de Doriva e a entrada de Tchô, colocando o Coelho com jogador a mais na criação do ataque.

O Paraná acabou perdendo dois jogadores por lesão: o zagueiro Gustavo e o atacante Tiago Alves, com o técnico Claudinei Oliveira processando as entradas de João Antônio e Julio Cesar, respectivamente. Com tantas mudanças, o jogo melhorou, principalmente para o América-MG.

Na reta final, a última cartada de Moacir Junior foram as saídas de Obina e Mancini, com as entradas do centroavante Junior Negão e do veloz Diney. A mudança não só deu velocidade ao time, como melhorou a movimentação do ataque em campo. Aos 42 minutos, finalmente, o alívio. Diney trabalhou jogada com Gilson e cruzou para Vítor Hugo marcar de cabeça e dar a vitória ao América-MG depois de três jogos sem vencer. 

VAVEL Logo