Adílson elogia entrega da equipe, mas alerta sobre pressão levada no fim
Treinador conseguiu a segunda vitória seguida na Série B (Foto: Marcelo Sadio/Vasco)

A vitória veio e o alívio também. Ainda na beira do gramado, o comandante vascaíno atendeu a imprensa e, ainda suado, comentou sobre o triunfo do Gigante da Colina por 2 a 1, sobre o ABC, na Arena das Dunas, em Natal, na tarde do último sábado (9). Ao mesmo tempo em que o treinador elogiou o espírito aguerrido de sua equipe, Adílson Batista alertou para os riscos que o time correu no fim da partida, quando sofreu um gol e acabou levando uma certa pressão do time adversário.

"Vitória importante. Vencemos, esse era o objetivo. Quero parabenizar a luta de todos. É manter mais a regularidade, não correr tanto risco, não dar tanto espaço", disse o treinador.

Ainda em entrevista, o treinador comentou sobre a substuição do atacante Kleber, autor do primeiro gol da partida. Ele sentiu um desconforto na coxa direita e teve que sair no intervalo da partida, dando o seu lugar para o atacante Edmílson. O Gladiador preocupa, entretanto será avaliado pelo departamento médico do clube de São Januário, para saber se terá condições de entrar em campo no meio da semana.

"O Kleber sentiu um desconforto e optei por tirá-lo de campo. Temos que dar uma segurada até a volta de Thalles tem que dosar a entrada deles", explicou o treinador.

Com uma ótima sequência de vitórias no comando Vasco, o técnico faz questão de deixar claro que é preciso pensar joga a jogo.

"Eu vou pensar jogo a jogo, mas o momento é bom, e vamos tentar tirar proveito disso em campo. Tenho como meta e objetivo o jogo do Náutico e depois vou pensar em vencer no sábado", finalizou o comandante.

O triunfo levou o clube ao quinto lugar na tabela, com 25 pontos ganhos e um jogo a menos. Na terça-feira (12), em Recife, o Cruzmaltino cumpre essa pendência, enfrentará o Náutico e poderá entrar no G-4, caso vença novamente fora de casa e consiga a terceira vitória seguida na Série B 2014.

VAVEL Logo