Atacante do Boa Esporte denuncia atleta do Avaí por injúria racial
Imagens de TV registraram Antônio Carlos chamando Francis de "macaco" (Foto: Divulgação/Avaí)

Neste sábado (27), o racismo voltou a causar polêmica no futebol brasileiro. Imagens de TV mostraram o defensor avaiano Antônio Carlos chamando o atacante Francis do Boa Esporte de “macaco” após uma dividida no duelo entre as duas equipas na Série B. O atacante registrou um boletim de ocorrência contra o zagueiro, alegando injúria racial, em uma delegacia de Florianópolis.

O jogo terminou em 2 a 0 para o Leão da Ilha. O lance teria ocorrido aos 39 minutos do segundo tempo, mas a assessoria de imprensa do clube catarinense nega que seu atleta tenha ofendido o adversário. Na delegacia, Francis mostrou revolta e afirmou que Antônio Carlos lhe pediu desculpas momentos depois.

“Na hora eu fiquei com muita raiva e pensei em fazer alguma besteira, mas tive controle. Até comuniquei o árbitro da partida. Falei: "Você viu do que ele estava me chamando?". Só que acho que ele não percebeu e falou: "Vamos jogar, vamos jogar". Saindo de campo, ele veio me pedir desculpa, mas não aceitei. Fui para o vestiário”, contou.

Funcionários do Boa afirmam que Francis não se manifestou dentro de campo em respeito às homenagens a João Grah, torcedor do Avaí morto atingido por uma pedra na última semana.

Veja o lance:

VAVEL Logo