Presidente do Sport reitera preferência a Copa Sul-Americana, mas afirma lutar na Copa do Brasil
João Humberto Martorelli, presidente do Sport (Foto: Divulgação/Sport)

Presidente do Sport reitera preferência a Copa Sul-Americana, mas afirma lutar na Copa do Brasil

João Humberto Martorelli criticou regulamento da competição organizada pela Condeferação Brasileira de Futebol (CBF), mas afirmou que a equipe vai manter espírito competitivo no duelo ante o Santos

tainanmelo
Taynã Melo

Após a técnico Eduardo Baptista afirmar que a escolha entre Copa Sul-Americana e Copa do Brasil é algo superior a ele, o presidente do Sport, João Humberto Martorelli, explicou que a prioridade do Leão da Ilha é a disputa da Copa Sul-Americana, o que acontece se o time for eliminado para o Santos na Copa do Brasil.

Mas isso não quer dizer que os rubro-negros irão jogar de forma despretensiosa, jogar sem vontade de vencer. Segundo o mandatário oficial, as coisas irão acontecer naturalmente e, independente do que vier, o time vai estar determinado e buscar a vitória. “A Sul-Americana é a prioridade do Sport. Não temos título internacional, então seria muito importante do ponto de vista da experiência internacional disputá-la e tentar uma situação melhor do que conseguiu nos dois anos anteriores”, disse Martorelli.

O presidente leonino garantiu empenho da equipe no duelo contra o Santos. Caso o time se classifique, arrecada aproximadamente R$ 2 milhões com a competição mais democrática do Brasil. O primeiro confronto entre os clubes será realizado na Vila Belmiro, e o segundo encontro na Ilha do Retiro. Martorelli afirmou que vai buscar a vitória de todas as formas. Se não conseguir, a equipe sai no lucro de qualquer forma, com a participação em mais um torneio internacional.

“Vou ter que disputar os jogos e não vou colocar time B ou time para perder porque isso não é postura séria. O Sport tem uma postura ética e não posso simplesmente colocar um time para fazer de conta. Vou disputar com um time normal e tentar ganhar. Se não ganhar, vou disputar a Sul-Americana normalmente. Se ganhar, infelizmente não vamos disputar essa competição. Mas uma coisa que não vou fazer é botar time em campo para perder”, afirmou o presidente do Sport.

Retrospecto

Com a modificação no regulamento da Copa do Brasil por parte da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), em 2013, o Sport sempre aproveitou as oportunidades para disputar também a Copa Sul-Americana nas duas últimas temporadas.

No ano de 2013, o Sport enfrentou o Náutico no primeiro Clássico dos Clássicos disputado em uma competição internacional. A equipe venceu o primeiro jogo por 2 a 0, perdeu o segundo confronto pelo mesmo placar, mas levou a melhor nas penalidades máximas ao ganhar por 3 a 1. Mas a equipe rubro-negra não teve um prosseguimento no torneio, uma vez que foi eliminado para o Libertad-PAR por 4 a 1 no placar agregado.

No ano passado, a atuação foi ainda mais simplória. O time entrou mais uma vez na segunda fase, assim como os outros representantes do país. Em duelo de rubro-negros, o Vitória venceu o primeiro confronto por 1 a 0 e voltou a vencer por 2 a 1 no segundo encontro, o que confirmou a eliminação precoce da equipe pernambucana.

Vale salientar que o Leão também tem um título da Copa do Brasil, conquistado em 2008. O time passou por Imperatriz-MA, Brasiliense, Palmeiras, Internacional, Vasco da Gama até vencer o Corinthians na grande decisão. Após perder o primeiro duelo por 3 a 1, o clube venceu na Ilha do Retiro por 2 a 0 e conquistou o inédito título graças ao gol marcado fora de casa na primeira decisão.

VAVEL Logo