Com meta ambiciosa, Sport lança novos programas de sócio-torcedor
João Humberto Martorelli, presidente do Sport, durante solenidade que apresentou novos planos de sócios-torcedores (Foto: Divulgação/Sport)

Após tentar trazer o torcedor de volta ao quadro de sócios do Sport em 2014, a diretoria da equipe rubro-negra reformulou o programa de adesão e lançou sua nova campanha nesta sexta-feira. O programa Sport de Verdade foi apresentado na sede do clube e tem como principal objetivo atingir 25 mil novos torcedores, o que atingiria a meta de possuir 35 mil sócios-torcedores no time da Praça da Bandeira.

Para a remodelação do plano de sócio-torcedor, foi contratada a empresa inglesa CSM, que presta serviços semelhantes a outros clubes do futebol brasileiro, como Flamengo, Fluminense, Botafogo e Goiás. Para evitar transtornos e trazer mais praticidade e facilidade ao torcedor, o site foi totalmente reformulado para novas inscrições, além de disponibilizar serviços de telemarketing a partir da próxima segunda-feira para atender aos torcedores.

O novo Sport de Verdade conta com três planos. No sócio-contribuinte preto, o torcedor para R$ 40 de mensalidade e pode adicionar três dependentes, com a possibilidade de ter acesso às sociais e compra exclusiva na bilheteria dos sócios. Além disso, o adepto tem desconto de 50% para arquibancada e outros descontos nos outros setores do estádio.

No sócio-contribuinte vermelho, o torcedor tem as vantagens do plano supracitado, além de ganhar uma camisa oficial por ano quando for paga a primeira anuidade, e ainda tem acesso a longe vip. O torcedor ganha experiências exclusivas, como o contato com os jogadores. A mensalidade custa R$ 160.

O maior, mais caro e mais vantajoso plano de sócio-torcedor é o ouro. O torcedor rubro-negro para R$ 320, obtém todas as vantagens dos outros planos inferiores, ganha três camisas oficiais do Sport, além de ter direito a todos os ingressos dos jogos do Sport na Ilha do Retiro e na Arena Pernambuco.

Presidente manifesta confiança na adesão da torcida

Durante o evento, o presidente do Sport, João Humberto Martorelli reiterou a confiança no torcedor rubro-negro. Além disso, o mandatário da equipe leonina afirmou que a torcida não deve pertencer ao quadro de sócios apenas quando o clube estiver em um bom momento na temporada.

“Nós temos que fazer com que essa parcela de aficionados se torne sócia do clube. Temos que combater, de uma vez por todas, essa ideia de esperar o time conquistar títulos para depois se associar. A equação é ao contrário. Primeiro ser sócio, pois os títulos vêm naturalmente, já que o clube estará com o financeiro mais forte. Vamos crescer bastante e nos tornar um clube de ponta do futebol brasileiro”, declarou Martorelli.

Com 8.200 sócios em dia, segundo o presidente rubro-negro, o presidente disse mais uma vez a ambição de conseguir mais 25 mil sócios ativos: “Queremos atingir 1% de associados em relação ao número de torcedores. O Internacional tem 6,5 milhões de seguidores e entre 90 a 100 mil sócios ativos. Assim, eles pagam a folha salarial do time com essa renda. Nós temos 3,5 milhões de torcedores, e a meta inicial é atingir 35 mil sócios."

"Esperamos um resultado imediato com essa campanha. Já está provado que, quando a campanha atinge bons números no início, ela reverbera. Estamos em busca disso na largada”, finalizou o presidente.

VAVEL Logo