Brasil bate Argentina e mantém escrita positiva em estreias da Copa América Feminina

Seleção Brasileira é líder do grupo B; Cristiane marcou o 28º gol na competição

Brasil bate Argentina e mantém escrita positiva em estreias da Copa América Feminina
(Foto: Lucas Figueiredo / CBF)
Brasil
3 1
Argentina
Brasil: Bárbara; Rilani, Mônica, Rafaelle e Tamires; Formiga e Thaisa; Marta, Bia, Cristiane e Thaisinha. Técnico: Vadão
Argentina: Correa; Juncos, Cometti, Agustina e Stabile; Santana e Bravo; Banini e Bonsegundo; Sole Jaimes e Larroquette. Técnico: Carlos Borrello.
Placar: 1-0, min. 17, bia. 1-1, min. 53, banini. 2-1, min. 55, cristiane. 3-1, min. 94, debinha.
INCIDENCIAS: partida válida pela primeira rodada da copa américa feminina de futebol 2018. realizada no dia 05 de abril, quinta-feira, às 19h, no estádio sanchez rumoroso, em coquimbo, no chile,

A Seleção Brasileira iniciou a busca pelo sétimo título da Copa América Feminina nesta quinta-feira (05). A primeira partida do Brasil na competição foi justamente o melhor clássico sul-americano. Com gols de Bia Zaneratto, Cristiane e Debinha, as brasileiras venceram a Argentina por 3 a 1, em Coquimbo, no Chile. Cristiane chegou ao gol de número 28 na Copa América e segue como a maior goleadora da história da competição.

Com a vitória, o Brasil se tornou líder do grupo B da competição. Empatada com a Venezuela, ambos com 3 pontos, a Seleção Brasileira fica em primeiro devido ao saldo de gols. A próxima partida na competição será contra o Equador, no sábado (07), às 19h, também no estádio Sanchez Rumoroso, em Coquimbo, no Chile. 

(Foto: Lucas Figueiredo / CBF)

O início do primeiro tempo foi bastante morno, sem grandes chances para as duas equipes. Aos seis minutos, Cristiane teve uma boa chance de abrir o placar. Aos 17, Bia Zaneratto partiu em velocidade, se livrou das adversárias e mandou uma bomba cruzada, de fora da área, marcando um golaço para o Brasil. Com a zaga atuando bem, as brasileiras não deram espaços para a Argentina, que precisou arriscar chutes de longe, sem muito perigo para Bárbara

O segundo tempo começou com um ritmo mais intenso. Logo aos dois minutos, Bia aproveitou a atrapalhada da zaga adversária, mas finalizou para fora. Logo em seguida, Thaisa finalizou para fora após cruzamento. Mesmo com um bom começo de segundo tempo, quem marcou foi a Argentina, aos oito minutos, com gol de falta de Banini

Aos 10 minutos, Thaisinha recebeu a bola, ganhou da goleira na velocidade e foi derrubada dentro da área. Cristiane cobrou o pênalti com muita categoria e deixou o Brasil na frente do placar mais uma vez. Após levar o segundo gol, a seleção Argentina recuou. Apesar de muitos erros de passe de ambos os lados, o Brasil dominou a partida e garantiu a vitória com gol de cabeça de Debinha, nos acréscimos.