Notas: Martín Silva salva Vasco e Wagner reacende esperança de classificação na Libertadores
Foto: Paulo Fernandes / Vasco

Notas: Martín Silva salva Vasco e Wagner reacende esperança de classificação na Libertadores

Goleiro realiza grande defesa no fim da partida e meio campo busca o empate aos 35 minutos do segundo tempo

Araujo_Luis
Luis Araujo

O Vasco empatou em 1 a 1 com o Racing, na noite desta quinta-feira, em São Januário, pela Copa Libertadores. Com o resultado, o Gigante da Colina precisa de duas vitórias e ainda torce para que o Racing vença suas duas últimas partidas, contra Universidad de Chile e Cruzeiro. Na próxima rodada, o Cruzmaltino joga em casa, contra o Cruzeiro, às 21h45. 

Os destaques da partida foram Martín Silva e Wagner. O goleiro fez uma defesa providencial no meio do segundo tempo em jogada mano a mano com o craque da equipe argentina Lautaro Martinéz. Já o meio campo, cresceu muito seu jogo no segundo tempo e marcou o gol que reacendeu a esperança vascaína de uma classificação para as oitavas de final da competição.

Martín Silva - 8
Salvou o Vasco em no mínimo duas oportunidades claras para o Racing.

Yago Pikachu - 6
Conseguiu levar problemas ao lateral-esquerdo do adversário e ajudou defensivamente. Foi um dos principais jogadores no ataque vascaíno.   

Werley - 7
Foi o melhor jogador da zaga vascaína. Com a titularidade constante vem melhorando seu nível nas atuações

Paulão - 4
Não esteve bem em toda a partida. Não conseguiu desarmar Centurión no lance do gol do Racing. 

Henrique - 5 
Não conseguiu dar prosseguimento a maioria das jogadas que tentou e ainda teve dificuldade na parte defensiva.

Wellington - 4
Esteve muito mal na partida. Deixou bastante espaço para a criação de jogadas do adversário.

Riascos - 5
Entrou no segundo tempo e conseguiu botar uma pressão na zaga da equipe argentina.

Desábato - 4
Teve problemas para marcar e cobrir as costas dos laterais, acabou expulso no segundo tempo após levar dois cartões amarelos.

Thiago Galhardo - 7
Tentou de todas as formas ser o principal armador da equipe e foi incansável. No segundo tempo, sentiu a falta de ritmo de jogo e saiu com câimbras.

Fabrício - 5
Entrou no fim e não conseguiu produzir nenhuma jogada de destaque.

Wagner - 8
Teve lampejos do grande jogador que foi nos tempos de Cruzeiro e Fluminense. No fim, foi premiado com o gol de empate para o Cruzmaltino.

Rildo - 6
Tentou imprimir velocidade na maior parte das jogadas em que teve a bola, mas foi sempre bem desarmado pela defesa adversária.

Bruno Silva - 5
Entrou para tentar conter o ímpeto do adversário que naquele momento tinha o contra-ataque como grande arma.

Andrés Ríos - 6
Brigou muito, mas pouco conseguiu fazer. Iniciou a jogada do gol de empate do Cruzmaltino.

VAVEL Logo
CHAT