Felipe Jonatan se rende a Lisca e comemora bom momento no Ceará: "Não esperava isso"
Foto: Lucas Moraes/Cearasc.com

Felipe Jonatan se rende a Lisca e comemora bom momento no Ceará: "Não esperava isso"

Jogador passou a ter mais oportunidades com o novo treinador e tem correspondido em campo

miguel-angelo
Miguel Inácio

Felipe Jonatan fez sua terceira partida como titular contra o Vitória. Vivendo bom momento, com espaço na equipe depois da lesão de João Lucas, o lateral-esquerdo mostrou uma atuação segura contra os baianos. Em entrevista, falou com felicidade sobre as oportunidades que passou a ter sob o comando do técnico Lisca.

"São três jogos seguidos na titularidade. Na verdade, no começo do campeonato, eu não esperava isso. Com o Marcelo Chamusca, eu era a quarta opção. Eu estava em pensamento de voltar para base e ser emprestado. Com o Jorginho, ele gostava de mim, mesmo com o pouco trabalho. O Lisca dá moral para a base, trabalha muito. Não tem medo de colocar. E estou na melhor maneira possível. No começo da temporada e do Brasileiro, eu não imaginava que estaria em uma sequência tão importante", disse.

+ Confira ofertas de nosso parceiro Futfanatics

E a sequência tem sido, de fato, importantíssima para o Vozão. Os 10 pontos somados dos últimos 12 disputados impulsionaram a colocação do Alvinegro, que agora já está a apenas um ponto da 16ª colocada, Chapecoense. Se muitos enxergavam o time cearense como praticamente rebaixado ainda nas primeiras rodadas do Brasileirão, hoje a perspectiva é outra, inclusive no clima dos vestiários. Tanto que Felipe elogiou também o impacto do trabalho do treinador sobre os ânimos da equipe.

"Eu acho que o time estava desmotivado antes da chegada do Lisca. Nunca passou na nossa cabeça de desistir, mas a gente sabia que era difícil. Com a chegada do Lisca, o ânimo foi lá para cima. Não só com o Lisca, comissão e atletas e buscamos manter o Ceará na Série A", declarou.

Pela próxima rodada do Brasileirão, o adversário é o Grêmio, em Porto Alegre, às 11 horas do próximo domingo. O lateral comentou o que esperar da postura da equipe cearense para o confronto.

"Eu acho que é um jogo muito difícil pelo que o Grêmio apresenta não só no Brasileiro, mas na Libertadores. A gente espera ir lá, retrancado, mas esperamos em uma bola fazer o resultado fora de casa", finalizou.

VAVEL Logo