Análise: laterais são ponto alto em mais uma vitória do Vasco na Taça Guanabara
(Foto: Rafael Ribeiro/Vasco da Gama)

Análise: laterais são ponto alto em mais uma vitória do Vasco na Taça Guanabara

Danilo Barcelos e Cáceres tiveram atuação importante para triunfo diante do Resende

italo-bruno
Ítalo Bruno

Mais uma vitória do Vasco na Taça Guanabara, o triunfo desta quarta-feira (15) liga um sinal de alerta para o ainda inoperante setor de criação do time de Alberto Valentim, mas exaltam a melhora nas duas laterais com as chegadas de Danilo Barcelo e Cáceres. 

Com muitas dificuldades na articulação das jogadas, o Vasco fez um fraco primeiro tempo. O gol de Lucas Mineiro aos 15 minutos, após escanteio cobrado por Danilo Barcelos, trouxe uma acomodação ao time da colina, que abusava da falta de qualidade na saída de bola e não conseguia nenhuma grande oportunidade. 

E mesmo com a falta de evolução tática que vem marcando a equipe nesse ínicio de 2019, o Vasco chegou ao segundo gol ainda no primeiro tempo. Novamente com a jogada saindo dos pés de um lateral, dessa vez Cáceres cruzou, o goleiro saiu mal, Pikachu tocou de cabeça, o zagueiro Lucão se atrapalhou e assim se aumentava a vantagem vascaína.

No segundo tempo o Resende precisou sair para o jogo e tirou o Vasco da sua zona de conforto. Mas uma nova falha do goleiro Ranuele jogou um balde de água fria numa tentativa de reação, já que Marrony aproveitou que o goleiro tentou dribla-lo, roubou a bola e marcou o terceiro. 

Mesmo sem evoluir, o ponto positivo parece ser uma ideia de trabalho, já que o time titular vem ganhando continuidade e a forma de jogar vem sendo mantida por Alberto Valentim, que ainda espera para o setor de criação a boa forma de Bruno César, que hoje entrou aos 26 da segunda etapa, mas ainda não demonstra condições de iniciar jogando.

VAVEL Logo