Guto Ferreira admite queda de rendimento do Ceará,
mas afirma: “Fomos mais agressivos”
Foto: Reprodução / Vozão TV

Técnico do CearáGuto Ferreira concedeu entrevista após a vitória no Clássico-Rei de 1 a 0 sobre o Fortaleza, nesta terça-feira (28). O confronto foi válido pela semifinal da Copa do Nordeste. Com a vitória, o Alvinegro está classificado para a final, onde espera quem passar entre Bahia e Confiança.

Quando perguntado se o Ceará sentiu o desgaste na segunda etapa, o comandante afirmou que isso é normal. No entanto, destacou que, apesar de ter menos posse de bola, a equipe foi mais eficiente.

Com essa sequência de jogos que estamos tendo, isso acontece. É muito difícil ter uma equipe que marca o que marcamos nesta partida o tempo todo nesse início de temporada. Mas não abrimos mão de atacar. Continuamos atacando, com uma linha de desarme mais baixa e os contra-ataques. O Leandro apareceu próximo ao gol. O Lima teve oportunidade de fazer gol. Finalizamos mais que o Fortaleza. Então, neste quesito, fomos mais ofensivos que eles. Eles tiveram mais posse de bola, mas não conseguiram entrar na zona de perigo. E nós tivemos menos posse e fomos mais agressivos”, disse Guto Ferreira.

Em seguida, Guto Ferreira fez questão de elogiar toda a equipe, incluindo a parte médica e da fisioterapia. Inclusive, lembrou que jogadores como Klaus, que marcou o gol da partida, se recuperaram graças ao trabalho da comissão técnica.

Quero parabenizar a minha equipe, os jogadores que estiveram lá dentro, os que entraram na partida, os que não entraram. Parabenizo também o staff, que vem conduzindo a equipe da melhor maneira possível. Também a equipe médica, de fisioterapia, que recuperou o Fabinho, Klaus, Willian, Leandro. É um trabalho de equipe. Tem muita gente envolvida, desde o pessoal que trabalha com a segurança, com a manutenção dos campos, passando pela direção, nutrição, todo mundo querendo fazer o melhor. O reflexo da postura do time foi honrar todos essas pessoas com o trabalho dentro de campo. Até porque, pela situação, clássico não se joga, clássico se ganha. Graças a Deus hoje a gente conseguiu ganhar.

Elogios pontuais aos jogadores

Para a partida, Guto Ferreira optou por Cléber na vaga de Rafael Sóbis, que vinha sendo titular nas últimas partidas. Segundo o comandante, a mudança foi baseada no estilo de jogo do adversário e elogiou o escolhido para começar jogando.

Porque a gente sabia o que ia encontrar, o tipo de marcação e postura do adversário. E a gente precisava de um jogador alto, que tivesse uma retenção de bola. O Cléber é um jogador que ficava em cima dos zagueiros, dificultando, segurando bola para desafogo da defesa. Então, a troca foi pelo modelo do adversário e o Cléber foi bem. Pode não ter feito gols, mas é um jogador que fez um trabalho para a equipe muito importante.

Apesar de ter começado no banco, Sobis também foi enaltecido pelo treinador. Visto que, jutamente com Fernando Prass, Samuel Xavier e outros jogadores citados por Guto, tem experiência e lidera a equipe.

De liderança, tenho o Sobis, o Prass, o Ricardo, o Samuel, que já ganhou a taça. Tenho o Luiz Otávio, Wescley, que também já ganhou a taça. Então, são situações de liderança importantes. Esses jogadores têm uma rodagem. Sobis e Prass conquistaram títulos grandiosos. Todos são importantes, porque uma liderança única é muito difícil de agregar a todos. Agora quando há vários líderes, e que estão unidos, facilita o trabalho. Porque eles conseguem agregar o todo”.

O meia Fernando Sobral também foi elogiado por Guto Ferreira. Segundo o treinador ele e o volante Charles facilitam o trabalho dos outros jogadores. Posto que jogam função da equipe e se entregam até o último minuto da partida.

Tenho elogiado o Fernando desde que eu retomei o comando da equipe. Ele tem um trabalho tático muito importante. É um jogador que, assim como o Charles, ocupa muito espaço. Isso facilita para os outros da equipe jogarem. São dois jogadores que não jogam pra eles, e sim para a equipe. Se entregam muito”.

Ainda tem mais duelos de gigantes

Nas finais do Campeonato Cearense, o adversário será novamente o Fortaleza. No entanto, como as partidas seguem sem uma data definida, Guto Ferreira afirmou que, no momento, seu foco é apenas na Copa do Nordeste.

Cada jogo é uma história. Não estou preocupado com as finais do estadual. Neste momento, estou preocupado com a Copa do Nordeste. Quando chegarem as finais, nos vamos ver quem vai ter condições de jogar, como vai estar a equipe deles naquele momento. As finais ainda não têm data ainda. Então, lá na frente, tudo pode acontecer, o futebol é muito dinâmico. Em questão de dias muda tudo. A vitória foi importante para dar moral e confiança para a equipe, mas para esse momento. No estadual, serão outros jogos e outra situação. Quando chegar, nós vamos pensar”, encerrou.

A final da Copa do Nordeste será disputada em jogos de ida e volta. A partida de ida será no próximo sábado (01). O adversário do Vozão sairá do duelo entre Bahia e Confiança nesta quarta-feira (29), em Pituaçu.

VAVEL Logo