Clássico-Rei entre Ceará e Fortaleza agita rodada do Brasileirão
Foto: Divulgação / Ceará SC

Após se enfrentarem na semifinal da Copa do Nordeste, Ceará e Fortaleza se reencontram nesta noite na Arena Castelão, desta vez pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. O equilíbrio define as edições do Clássico-Rei em 2020. Até agora foram três jogos, sendo uma vitória para cada lado e um empate.

O Brasileirão começou de forma semelhante para ambas as equipes. O Fortaleza é o melhor time do Nordeste na classificação, com oito pontos, e está em sétimo lugar - duas vitórias, dois empates e duas derrotas. Já o Ceará ocupa a 11ª posição - venceu dois, empatou um e perdeu três jogos.

Defesa do Ceará preocupa

Sem Lima, suspenso, Klaus e Rodrigão, vetados pelo Departamento Médico, Guto Ferreira deve promover a volta do zagueiro Luiz Otávio e do volante William Oliveira à equipe titular.

Os destaques do time são Fernando Sobral e Vina, responsáveis por municiar o setor ofensivo. O time possui a segunda pior defesa do campeonato, com nove gols sofridos, um a menos do que o Red Bull Bragantino, que abre a zona de rebaixamento.

"A cidade muda muda totalmente em dia de clássico. Se nós vencermos vamos ocupar uma posição ainda melhor. Então, dadas as circunstâncias de tabela, importância e peso é uma partida diferente. Eu espero que a gente possa estar ligado e atento lá atrás e ser decisivo lá na frente. Em clássico, o mais importante não é nem jogar bem, é vencer", declarou o zagueiro Luiz Otávio na véspera da partida.

Provável escalação do Ceará: Fernando Prass; Samuel Xavier, Tiago, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Charles, William Oliveira e Vinícius; Fernando Sobral, Leandro Carvalho e Cléber.

Fortaleza busca manter sequência

Sem perder há quatro jogos, o tricolor deve entrar em campo com mudanças em relação à equipe que venceu o Red Bull Bragantino por 3 a 0. O lateral Tinga é dúvida, assim como o zagueiro Jackson. Já no meio de campo a principal disputa é entre Marlon e Juninho. Nenhum jogador está suspenso, portanto a escalação depende das questões físicas e técnicas analisadas por Rogério Ceni.

"O elenco não possui tantas opções, são muitos jovens e outros que vem da base para nos ajudar, aí não é possível fazer tantas variações na equipe. O Ceará tem muitas opções de jogo, pode trocar quatro ou cinco jogadores que joga da mesma maneira", comentou o técnico do Leão do Pici.

Provável escalação do Fortaleza: Felipe Alves; Gabriel Dias, Paulão, Quintero e Bruno Melo; Felipe e Juninho; Romarinho, David, Osvaldo e Wellington Paulista.

VAVEL Logo