Brigatti lamenta erros em derrota, mas afirma que Ponte Preta 'está no caminho certo' na Série B
Foto: Rui Santos/Paraná Clube

A Ponte Preta foi derrotada pelo Paraná por 2 a 1, na noite desta terça-feira (1º), pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro Série B. O Zagueiro Luizão assumiu a responsabilidade pelo revés em Curitiba, já que foi ele o autor do gol contra aos 42 minutos do segundo tempo.

"Nós fizemos um excelente jogo, lutamos o tempo todo. Assumo toda a responsabilidade pela derrota. Era uma bola difícil, não quero justificar, mas acontece. Mas pode ter certeza que se o time jogar do jeito que jogou aqui, vai ser um time que vai sempre brigar no G-4", disse o zagueiro na saída do gramado. 

Por outro lado, o técnico João Brigatti preferiu isentar a culpa do zagueiro, mas lamentou os erros que levaram a Macaca à derrota, mesmo sendo superior boa parte da primeira etapa e cair de produção na etapa complementar.

"São coisas que acontecem. Se a bola passasse, talvez o jogador do Paraná fizesse o gol também. Não sou de culpar falhas dos atletas. Se houve gol contra, houve falha de marcação na frente, deveríamos ter matado o lance. Fizemos um bom jogo, mas pecamos nos dois gols e também não matamos quando tivemos as oportunidades lá na frente. Quando tudo isso acontece, você está fadado à derrota. É triste, mas sabemos que todos deram o máximo. Fica o alento de que estamos no caminho certo", afirmou Brigatti.

A derrota acabou com a sequência positiva da Ponte na Série B: eram três vitórias consecutivas e cinco jogos de invencibilidade. O treinador também avaliou a partida e destacou a "garra" da sua equipe.

"Lamento a derrota, a gente fica triste. O time fez uma partida de boa qualidade ao meu ver. Sabemos que o Paraná é muito forte fisicamente, mas conseguimos nos impor, criamos oportunidades, mas falhamos no último terço do campo, poderíamos ter matado a partida. Infelizmente você toma um gol aos dois minutos de jogo e depois no fim do segundo tempo, atrapalha bastante, mas é ter a cabeça tranquila e saber que estamos no caminho certo. O time jamais vai se acovardar. Não vou ficar lamentando ausências, mas os atletas que estão fora qualificam demais nosso elenco. É enaltecer a vontade do time aqui hoje, isso nos deixa satisfeito", avaliou Brigatti.

O treinador também falou sobre a próxima partida da Macaca diante do Botafogo-SP. "Trabalhamos jogo a jogo. Agora vamos refletir bastante. O Botafogo é difícil, vamos analisar para saber quais jogadores terão condição de jogo para colocar uma equipe forte", destacou.

Ponte Preta e Botafogo se enfrentam na sexta-feira (4), às 21h30, no Moises Lucarelli, pela oitava rodada do Brasileirão.

VAVEL Logo