Juan Vojvoda exalta desempenho coletivo do Fortaleza em empate no Clássico-Rei
Reprodução/TV Leão

Na noite desta quarta-feira (2), o Fortaleza empatou com o Ceará por 1 a 1, na Arena Castelão, pelo jogo de ida da terceira fase na Copa do Brasil, com gols de Cléber e Wellington Paulista. Após a partida, o técnico Juan Pablo Vojvoda citou a melhora do Leão do Pici no segundo tempo, diferente da primeira etapa quando ficou atrás do Vozão no placar.

“O jogo foi muito disputado, mas no primeiro tempo foi muito sem dinâmica. No segundo tempo, gostei do funcionamento, da dinâmica, com um Fortaleza que queria ganhar o jogo. O rival teve espaços para aproveitar a transição ofensiva, mas o Fortaleza fez um bom segundo tempo”.

Vojvoda aproveitou para justificar as escolhas iniciais para o Clássico-Rei quando decidiu escalar Bruno Melo na zaga do Leão do Pici, além de analisar a reação da equipe diante de um Vozão rápido e resguardado para o contra-ataque.

“Escolhi o Bruno Melo porque não podíamos contar com Marcelo. Já o Luiz Henrique podia nos dar versatilidade. Foram decisões que assumimos. O Fortaleza teve a posse da bola, contra um rival muito fechado. Tivemos mobilidade e versatilidade e, com posse de bola, chegando ao empate”.

No próximo domingo (6), o Fortaleza enfrenta o Internacional, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, e o técnico Vojvoda falou sobre a partida. Pelo jogo da volta, o Leão do Pici reencontra o Vozão na próxima quinta-feira (10), às 19h, na Arena Castelão.

“Sobre quem joga os próximos jogos é uma questão de recuperação, nutrição. Vamos avaliar a condição física e eleger os melhores disponíveis para domingo”.

VAVEL Logo